Select Menu
Select Menu

Slider

Tecnologia do Blogger.

Travel

Cute

My Place

Slider

Racing

Videos


O Circo Crescer e Viver apresenta a Mostra Artística do PROFAC no dia 27/06, às 20h

Alunos do Programa de Formação do Artista de Circo subirão ao picadeiro em apresentação aberta ao público

A Mostra Artística Semestral dos alunos do PROFAC (Programa de Formação do Artista de Circo) acontecerá no próximo sábado, 27/06, às 20h. O tema da apresentação será batucada nacional e os alunos, pela primeira vez, tocarão instrumentos de percussão ao vivo para compor a trilha sonora do espetáculo. Entre as habilidades apresentadas estarão a Acrobacia de Solo, Acrobacia Aérea, Equilibrismo, Malabarismo, entre outros, as Performances Circenses. A entrada é gratuita e aberta ao público.


Sigam o Mundo da Dança no Twitter: @mundo_danca

O coordenador do PROFAC, Paulo Borges, conta como foi a construção do espetáculo: "A Mostra Artística do Programa de Formação do Artista de Circo (PROFAC) é um espetáculo construído e desenvolvido pelos alunos, educadores, coordenação e direção a partir de um repertorio multidisciplinar que ao longo do semestre foi explorado dentro do conteúdo da proposta pedagógica partindo de um tema norteador dos processos e pesquisas de estudos e movimentos, e dentro de um padrão estético e de linguagem que permeiam todos os espetáculos produzidos e criados pelo CRESCER E VIVER", ressalta Paulo.

SOBRE O PROFAC:

O PROFAC - Programa de Formação do Artista de Circo destina-se a jovens entre 17 e 24 anos, que se interessam pelo circo como um campo de formação e profissionalização. Os aspirantes passam por um processo seletivo de habilidades em técnicas circenses, avaliação de capacidades físicas e artísticas e entrevistas individuais para ingressarem no programa. Com duração de três anos, tem por objetivo formar jovens artistas através do desenvolvimento de conhecimentos, atitudes e habilidades artísticas e culturais, preparando-os para a atuação performática com excelência e segurança, no contexto dos múltiplos espaços cênicos e das diversas possibilidades de encenação no espetáculo circense, com conteúdos voltados para os alunos estruturarem um amplo vocabulário artístico e cultural.

Preparação corporal, acrobacia de solo, acrobacia aérea, equilibrismo, malabarismo, interpretação, dança contemporânea e disciplinas teóricas compõem a estrutura curricular obrigatória do PROFAC, além de conteúdos eletivos como capacitação em pedagogia circense, práticas de ensino, master classes e oficinas de técnicas especiais. As aulas acontecem de segunda à sexta-feira, de 8h às 12h15min no picadeiro do Circo Crescer e Viver.

SOBRE O CIRCO CRESCER E VIVER:

O Circo Crescer e Viver junta arte e transformação social em seu picadeiro. Criado há quase 12 anos - que serão completados no dia 3 de setembro de 2015. O projeto desenvolve ações nos campos da formação, produção, difusão e fruição das artes circenses, numa das mais exitosas experiências de utilização do circo como ferramenta de diálogo pedagógico junto a crianças e jovens que vivam em situação de vulnerabilidade social. Atualmente, o Crescer e Viver é um empreendimento com atuação em todos os elos da cadeia produtiva circense.
O reconhecimento do trabalho fez com que o Circo Crescer e Viver se transformasse em uma das organizações líderes da Rede Circo do Mundo Brasil, articulação que representou junto à Rede Internacional de Formação em Circo Social e à Federação Ibero-Americana de Circo.

SERVIÇO: 

MOSTRA SEMESTRAL DO PROGRAMA DE FORMAÇÃO DO ARTISTA DE CIRCO (PROFAC)
LOCAL: CIRCO CRESCER E VIVER
DATA: 27/06, sábado, às 20h
Endereço: Rua Carmo Neto, n° 143 - Ao lado do Metrô da Praça Onze - Centro do Rio.
Entrada franca
Classificação: Livre




As sessões serão nos dias 26 e 27/06, às 19h30 e, às 20h, respectivamente

"Finita", o solo de dança contemporânea da coreógrafa e bailarina Denise Stutz, está em turnê e já circulou por diversas cidades passando por São Paulo, Bahia, Santa Catarina, Goiás e Minas Gerais. No Rio de Janeiro, Denise fará duas apresentações na Arena Jovelina Pérola Negra nos dias 26/06, às 19h30, e no dia 27/06, às 20h. Os ingressos têm preços populares variando entre R$2 (inteira) e R$1 (meia-entrada). A classificação é 12 anos.

Sigam o Mundo da Dança no Twitter: @mundo_danca

A inspiração do espetáculo surgiu a partir de uma carta enviada pela mãe da artista. Na coreografia, Denise Stutz trabalhou o conceito de perda e os temas do envelhecimento e da ausência sob a perspectiva da dança. Denise Stutz iniciou seus estudos de dança em Belo Horizonte. Em 1975, junto com 10 bailarinos fundou o Grupo Corpo. Trabalhou com Lia Rodrigues como bailarina, professora e assistente de direção. Deu aulas no curso técnico da Escola Angel Vianna. Criou as coreografias e a direção de movimento da minissérie da Globo "Capitu". Começou a desenvolver seu trabalho solo em 2003 e além da turnê por diversas cidades brasileiras, também fez apresentações na Europa, África e Austrália.

Ficha técnica: 

Texto, direção e interprete: Denise Stutz
Colaboração: Laura Samy e Clara Kutner
Iluminação: Daniel Uryon
Som: Luciano Siqueira
Produção: Julia Baker e Renata Pimenta
Músicas: J.S. Bach (Prelúdio e Fuga em Dó Maior)
Tchaikovsky: (Quebra Nozes)
Ray Noble e Al Bowlly: (midnight whit the stars and you)
Coproduçõa: Festival Panorama (RJ)

Serviço: 

"Finita"- espetáculo de dança
Dias: 26/06, às 19h30, e dia 27/06, às 20h
Local: Arena Jovelina Pérola Negra
Endereço: Praça Ênio, s/n, Pavuna
Tel.: (21) 2886-3889
Ingressos: R$2 (inteira) e R$1 (meia-entrada)
Classificação: 12 anos
A Arena possui acesso para deficientes físicos e estacionamento gratuito.





A Companhia de Dança Flamenca Karina Leiro levará o ritmo espanhol para a Siwichi, restaurante especializado na culinária peruana. O evento começa nesta quarta (01 de Julho) às 19h30 e será gratuito para os clientes. As bailaoras, como se chamam as dançarinas de flamenco, prometem dar um toque espanhol ao restaurante. As reservas podem ser feitas pelo fone (81) 3204-9921.

Sigam o Mundo da Dança no Twitter: @mundo_danca

Entre os bailes que serão apresentados, está a Farruca, originária do norte da Espanha, o vivo e alegre Tango Flamenco e as Sevillanas, ritmo originário da Andaluzia, baile de compasso ritmado dançado em duplas, ou parejas em espanhol. A Cia. Karina Leiro oferece aulas desde o nível iniciante ao avançado na Escola Roberto Pereira, no Espinheiro, e no Instituto Cervantes, na Ilha do Leite.

Sobre o Siwichi

Inspirado nas receitas de família da abuela Blanca, o cardápio da Cevicheria é marcado pela ica variedade de ingredientes naturais, exóticos e marcantes, utilizados de forma simples e harmoniosa, resulta nos sabores notáveis e agradáveis da culinária peruana. Essa personalidade gastronômica foi conservada nos pratos, através do talento culinário herdado por Roxana Bresani e equipe. O local conta com três ambientes, todos com decór inspirado no Peru.

SERVIÇO

DANÇA FLAMENCA NO SIWICHI

Local: Siwichi Cebicheria Peruana (Rua do Cupim 53 – Graças - Recife/PE)

Hora: 19h30

Data: 01/07/2015

Reservas:  (81) 3204-9921.



-

Curso que garantiu a capital paranaense o status de polo de estudo
e pesquisa em dança de salão está com matrículas abertas para a sexta turma

Estão abertas as inscrições para a sexta turma do curso de pós-graduação em Teoria e Movimento da Dança com Ênfase em Danças de Salão, da Universidade Tuiuti do Paraná, que já trouxe a Curitiba alunos vindos de São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraíba, Bahia, Roraima e Mato Grosso. O início das aulas está previsto para 7 de agosto de 2015.

Com duração de 20 meses e aulas em um final de semana por mês (sexta, sábado e domingo) o curso é voltado aos profissionais da dança, professores e pesquisadores formados em qualquer área, que trabalhem com as danças a dois. O objetivo é promover o estudo e a pesquisa teórico-práticos, buscando o aprimoramento da formação e qualificação dos profissionais, por meio de curso de Especialização lato sensu.

Este curso pioneiro foi criado em 2005 com base nas demandas do mercado por um novo profissional de dança de salão, arte que assim como as demais evoluiu, apresentando outras áreas de atuação, além do já tradicional papel do professor em sala de aula.  Hoje, eles podem ser empreendedores, seja como proprietários de uma escola, diretores de uma Cia de dança, ou administradores de suas próprias carreiras, por vezes internacionais.

Sigam o Mundo da Dança no Twitter: @mundo_danca

“Estamos vivendo um novo momento da dança de salão no Brasil. Hoje sabemos que é importante ter o conhecimento de anatomia e fisiologia, por exemplo, para saber a forma correta de ensinar os passos e movimentos. Isto evita danos à coluna, músculos e articulações dos alunos. Mas além da docência, existe possibilidade de atuação como coreógrafos, bailarinos e produtores culturais, entre outras. Só que pra atender a demanda do mercado é preciso estudo e preparação”, comenta Gracinha Araújo, coordenadora da pós e membro do Pró-Danças de Salão Curitiba, grupo que busca ressaltar a importância da qualificação profissional para atuação no mercado.

E para preparar estes alunos, na sala de aula da faculdade o conhecimento abrange bem mais do que história, ritmos e passos das danças a dois. Isto fica claro no quadro de professores, que além de nomes de destaque da dança de salão nacional, conta também com profissionais de áreas como medicina, psicologia, direito, administração e música, que agregam aos alunos conteúdo de grande relevância para a formação de profissionais completos.


O interesse na contratação de profissionais mais qualificados por empresas sólidas, como a Costa Cruzeiros, é uma prova de que a pós tem atendido a demanda de um novo mercado para os dançarinos, mais preocupado com a qualidade dos profissionais. A empresa, que há anos emprega o trabalho de dançarinos em seus cruzeiros marítimos, firmou parceria com a pós-graduação, garantindo aos formados a candidatura a uma vaga na equipe de personal dancers dos cruzeiros temáticos sem a necessidade de se submeterem aos testes seletivos.

Outro resultado originado do curso é a pesquisa que vem sendo desenvolvida na Universidade Tuiuti, inédita no Brasil, que utiliza a dança de salão como atividade física para o tratamento de pacientes com dores crônicas orofaciais. “As monografias dos alunos, além de resultarem em livros e palestras, dão origem a estudos muito interessantes, como este da dor crônica. Hoje, se a pessoa busca pesquisa voltada a dança de salão, é em Curitiba que ela vai encontrar”, ressalta Gracinha.

Ainda visando a qualificação profissional daqueles que atuam no mercado das danças a dois, este ano, paralelo ao início da sexta turma da pós, terá início a primeira turma do curso de extensão universitária “Capacitação para Profissional de Dança de Salão”, aberto aqueles que possuem ensino médio completo e com duração de cinco meses. O curso é divido em dois módulos independentes, mas complementares, e na grade curricular do Módulo 1 estão as disciplinas: História e Origem dos Ritmos, Musicalidade, Didática, Estrutura e Funcionamento para a prática da Dança de Salão e Noções de Anatomia.

SERVIÇO

Pós-graduação em Teoria e Movimento da Dança com Ênfase em Danças de Salão
Instituição: Universidade Tuiuti do Paraná
Local: Campus Barigui – Rua Sydnei Antônio Rangel dos Santos, 238 | Curitiba-PR
Previsão de início: 7 de agosto de 2015
Duração: 20 meses
Pré-requisitos: Terceiro grau completo
Informações: www.utp.edu.br | gracinha.araujopos@gmail.com
Telefones: (41) 9968-3585 | (41) 9968.3848

Curso de extensão universitária “Capacitação para Profissional de Dança de Salão”
Instituição: Universidade Tuiuti do Paraná
Local: Campus Barigui – Rua Sydnei Antônio Rangel dos Santos, 238 | Curitiba-PR
Previsão de início: 7 de agosto de 2015
Duração: 5 meses
Pré-requisitos: Ensino médio completo
Informações: www.utp.edu.br | gracinha.araujopos@gmail.com
Telefones: (41) 9968-3585 | (41) 9968.3848



- -
Angel Reyes. Foto: Davi Moraes

Além do show, no dia 02 de julho, artista espanhol ministra cursos no Café Tablao, em Campinas, e na Sala Tablado Flamenco, em Sorocaba.

Apesar dos 22 anos, o bailaor espanhol Angel Reyes já é um veterano na arte do baile flamenco. No palco, sua energia e maturidade impressionam. A primeira visita ao Brasil foi em 2014, a convite de Karina Maganha, diretora artística do Café Tablao de Campinas. A apresentação foi tão elogiada que  ele está de volta, para apresentação e realização de workshops nas cidades de Campinas e Sorocaba, interior de São Paulo. O show está marcado para dia 2 de julho, no Almanaque Café, em Campinas. Os cursos, direcionados aos praticantes do flamenco, serão realizados de 26 a 28 de junho, em Campinas, e 03 e 04 de julho, em Sorocaba.

Nascido em 1993 na cidade de Córdoba, na Espanha, Angel Reyes é representante do puro flamenco de raiz espanhola. Iniciou na dança aos três anos. Aos nove, começou sua formação básica, e depois profissional, no Conservatório de Dança "Luis del Rio" em sua cidade natal. Além da formação em baile flamenco, é formado em dança clássica e dança espanhola. Ganhou vários prêmios ao longo da carreira - o primeiro, aos seis anos de idade. Em 2002, conquistou o primeiro prêmio nacional para Sevillanas "Villa de la Carlota" na Espanha. Quando não está em viagens profissionais, apresenta-se com regularidade em sua cidade natal, nas famosas e tradicionais cuevas flamencas, que representam um dos principais ambientes de origem da dança flamenca. As cuevas eram um tipo de gruta, verdadeiras casas escavadas nas rochas, que serviam de moradia para povos ciganos da região. Hoje, várias cuevas foram preservadas e transformadas em restaurantes e tablados flamencos.

Sigam o Mundo da Dança no Twitter: @mundo_danca

Promover um intercâmbio cultural intenso entre Brasil e Espanha, berço do flamenco, é uma tradição do Espaço Cultural Café Tablao desde sua fundação, há 12 anos em Campinas. Além de trazer pela segunda vez o bailaor Angel Reyes ao Brasil, o Café Tablao já abrigou apresentações de grandes nomes internacionais da dança flamenca como Fábio Rodriguez, Alfonso Losa e Pol Vaquero. Primeiro tablado do estado de São Paulo, consolidou-se como um espaço de referência para pesquisa e difusão do bailar flamenco, com todas as suas raízes e tradições. Sua diretora artística, Karina Maganha, é graduada em Dança pela Universidade Estadual de Campinas – UNICAMP e dedica-se exclusivamente à cultura espanhola e ao flamenco há mais de 20 anos. “Estive na Espanha no primeiro semestre de 2014 para acompanhar diversos shows e espetáculos flamencos e Angel me chamou a atenção por sua maturidade artística, com um carisma e uma presença de palco impressionantes”, comenta a bailaora.

Em parceria com o Espaço Cultural Café Tablao, o Almanaque Café em Barão Geraldo recebe o bailaor internacional no dia 02 de julho (5ªf),  às 21h. O Almanaque Café fica na Avenida Albino José Barbosa de Oliveira, 1240, no distrito de Barão Geraldo, em Campinas. Os ingressos já podem ser adquiridos antecipadamente no Espaço Cultural Café Tablao.

A apresentação de Angel conta com a participação das bailaoras Karina Maganha e Lila Cesarino, atual diretora do Corpo de Baile do Café Tablao.  Eles serão acompanhados pelos músicos Helena de Los Andes (cante), Ulisses Ruedas (carrón),  Sarah Selles (flauta) e as guitarras flamencas de Fernando de Marília, Denis Sartorato e João la Fúria.

Em Campinas, Angel Reyes ministra os cursos nos níveis I (básico) e II (intermediário), nos dias 26, 27 e 28 de junho no Café Tablao. Mais informações sobre as inscrições podem ser obtidas pelo telefone (19) 3294.1650 ou e-mail contato@cafetablao.com.br.

Em Sorocaba, os cursos serão realizados nos dias 03 e 04 de julho, na Sala Tablado Flamenco. Os interessados podem entrar em contato pelos telefones (15) 4141.1838 e (15) 99788. 8898 ou pelo e-mail thalmadilelli@yahoo.com.br.

Flamenco Internacional – Angel Reyes

Show – Almanaque Café

Dia: 02/07 – Quinta-feira

Horário: 21h

Local: Almanaque Café

Endereço: Avenida Albino José Barbosa de Oliveira, 1240, Barão Geraldo/ Campinas.

Informações: (19) 3249. 0014

Ingressos: R$60,00 - à venda na secretaria do Café Tablao, em Campinas. (www.cafetablao.com.br)

Workshops

Campinas

Dias 26,27 e 28/06/2015
Local: Café Tablao
Avenida Jesuíno Marcondes Machado, 1063 – Nova Campinas/ Campinas

Informações: (19) 3294-1650
contato@cafetablao.com.br

Sorocaba

Dias 03 e 04/07/2015
Local: Workshop Sala Tablado Flamenco
Avenida Mário Campolim, 699/701, Campolim/ Sorocaba

Informações: (15) 4141. 1838 – (15) 99788. 8898
thalmadilelli@yahoo.com.br



-

Companhia Karina Leiro realiza primeira edição do projeto Noites Flamencas neste sábado (13)

Um encontro para celebrar as culturas flamenca e espanhola, bem no centro do Recife. Essa é a proposta da Companhia de dança Karina Leiro, que realiza a primeira edição do projeto Noites Flamencas, na Escola de Dança Roberto Pereira (Av. João de Barros, 1311, Espinheiro). O encontro começa às 19h e a entrada custa R$10 reais.

Com quinze anos de carreira e há cinco em Pernambuco, Karina Leiro tem aproximado cada vez mais cultura andaluza do dia-a-dia local. Ela já assinou dois espetáculos flamencos no Recife: Soneto de Luna Clara, em 2013 e o Bailaora, em abril de 2015. O projeto Noites Flamencas é um passo à frente nessa empreitada. “Percebi que faltava esse espaço na agenda cultural, um evento aberto que não fosse apenas o espetáculo, mas onde os espectadores bailem junto e discutam flamenco conosco”, afirma Karina Leiro.

Sigam o Mundo da Dança no Twitter: @mundo_danca

A riqueza do flamenco será apresentada em diversos bailes: desde a alegre Sevillana até as densas Farruca e Soleá por Bulería. “Ao final, todos poderão interagir conosco, seja com dança, música, poesia ou discussões”, completa Karina Leiro. Para entrar no clima, quem desejar pode comparecer à noite flamenca com trajes a rigor: saias, boleros, babados e poás, sem deixar de lado a flor nos cabelos. Os homens também podem ir a caráter.

O objetivo da Companhia Karina Leiro é tornar esse evento um projeto periódico, que será realizado todos os meses no Recife. Além disso, marca a apresentação Espaço Roberto Pereira no novo local onde os bailarinos realizarão ensaios e workshops.

SERVIÇO

NOITES FLAMENCAS

Local: Escola Roberto Pereira Dança de Salão (Av. João de Barros, 1311, loja 4, Galeria Sales, Espinheiro)

Hora: 19h

Data: 13/06/2015

Valor do ingresso: R$10

Vendas e informações:  Karina Leiro: (81) 93925252 / Rose Hans: (81) 86112595



-

DON QUIXOTE EM BRASÍLIA

A Escola Bolshoi leva Don Quixote para Brasília. O ingresso é 1 kg de alimento

A Escola do Teatro Bolshoi no Brasil leva a Brasília a envolvente história do Ballet “Don Quixote”. O espetáculo que conta com o patrocínio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e do Ministério da Cultura, acontece no dia 11 de junho, às 20h, no Ginásio Nilson Nelson. Os ingressos serão trocados por 1kg de alimento não perecível, exceto sal, a partir do dia 9 de junho, das 10h às 18h, na Bilheteria do Nilson Nelson. Serão trocados 4 ingressos por CPF, mediante a doação do alimento. Os alimentos serão destinados a entidades assistenciais da Região de Brasília.

Na ocasião, haverá homenagem póstuma ao Senador Luiz Henrique da Silveira, patrono fundador da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil.

Don Quixote é um balé com teatralidade e de música vibrante, onde o público vive as emoções da obra como se fosse um dos personagens. A versão coreográfica apresentada pela Escola Bolshoi, é resultado do trabalho do bailarino e coreógrafo russo, Vladimir Vasiliev, eleito “bailarino do século” pela UNESCO. Além de preservar a abundância e a diversidade da dança, Vasiliev ensinou aos alunos do Bolshoi não apenas os detalhes técnicos, mas também que, para ser um verdadeiro bailarino, não basta apenas dançar com o corpo, é preciso dançar com a alma.
O elenco é composto por 80 bailarinos em cena, com coreografia vibrante e música envolvente, os bailarinos narram por meio da dança a história de Kitri e Basílio.

Sigam o Mundo da Dança no Twitter: @mundo_danca

A história de Don Quixote

Na “Grande Suíte do Ballet Don Quixote”, com nova versão coreográfica de Vladimir Vasiliev, Kitri e Basílio, protagonistas da obra, vivem uma intensa história de amor, heroísmo e ilusão, com traços hispânicos marcantes.
Kitri e o pobre barbeiro Basílio enganam o rico Gamach, noivo da heroína, com quem Lorenzo, seu pai, a força se casar. Com a ajuda de Don Quixote, nobre cavalheiro, e Sancho Panza, seu fiel escudeiro, os apaixonados Kitri e Basílio se casam numa grande festa em Barcelona. “Don Quixote”, de Marius Petipa, nasceu em Moscou em 1869, quando o coreógrafo francês selecionou algumas partes da novela de Miguel de Cervantes e fez um libreto e coreografias com a música virtuosa de Ludwig Minkus para a produção no Teatro Bolshoi, em Moscou.

Petipa conhecia bem a Espanha e as danças espanholas, portanto, no seu “Don Quixote” reviveu o espírito da Espanha, a brilhante teatralidade das multidões dançando nas praças de suas cidades, cheias de luminosidade solar e em tavernas sob a luz das estrelas da Europa meridional. Alexander Gorsky, aluno de Petipa produziu novamente este balé em 1900, quando indicado para dirigir o Balé Bolshoi. A produção obteve tal sucesso que existe até hoje com pequenas mudanças na coreografia e direção. Porém, está incluída no repertório da maioria das companhias de dança com fama mundial.

Gorsky conseguiu criar um “Don Quixote” muito democrático, alegre e cheio de cores. O balé sempre foi adorado pelos dançarinos porque mesmo os mais modestos membros do corpo de baile conseguiam pela primeira vez se sentir criadores e co-autores da peça. Cada qual tinha uma tarefa cênica concreta e sob sua discrição ‘criava’ um mini retrato cênico da sua personagem. Este espírito de improvisação dava uma especial originalidade às cenas de multidão em “Don Quixote”. Isso foi o que Gorsky acrescentou a esse balé, e foi o que Vladimir Vasiliev seguiu e desenvolveu mais ainda quando bailarino. Vasiliev deu continuidade a esse trabalho ao produzir a suíte para os alunos da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil.

Formação de Plateia – Contrapartida Social

No dia 12 de junho, às 10h, no Ginásio Nilson Nelson, acontece a formação de plateia. Um espetáculo voltado a crianças da rede pública de Brasília e a pacientes do Hospital Sarah Kubitschek. A apresentação visa estimular o gosto pelas artes e o hábito de frequentar o teatro. A intenção da Escola Bolshoi é contribuir para o desenvolvimento do cidadão e a inclusão deste nos meios culturais.

BNDES

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) é empresa pública federal dedicada a apoiar financeiramente projetos em todos os segmentos da economia brasileira.

O BNDES financia investimentos na indústria e nos serviços, na infraestrutura, no agronegócio, no meio ambiente e em projetos que melhorem as condições de vida da população e reduzam desigualdades sociais e regionais. No segmento cultural o BNDES contribuiu para a produção de filmes e livros, a construção de salas de cinema, a restauração de patrimônios históricos e para a realização de eventos de cinema, música, dança e literatura.

Serviço:

O que: “Grande Suíte do Ballet Don Quixote”.
Quando: 11 de junho
Horário: 20h
Local: Ginásio Nilson Nelson - Brasília
Ingressos: 1 kg de alimento não perecível – exceto sal – 4 ingressos por CPF – mediante a doação dos alimentos
Troca de ingressos: 9 de junho, das 10h às 18h, no Ginásio Nilson Nelson




-

Teste