Hot News MD
terça-feira, 24 de agosto de 2010

Dança de Salão - Seus Estilos - Parte 1




Na postagem anterior vimos como surgiu a Dança de Salão - Sua História. Hoje vamos ver quais são os estilos que envolvem esse seguimento da dança encantador e romântico, e ao mesmo tempo, alegre e divertido. Vou fazer três postagens citando três estilos por vez.
Como já havia dito na Dança de Salão existe muitas vertentes, então para fim de classificação o termo Dança de Salão se restringe a nove Estilos, englobados em duas Categorias - definidas pelo Conselho Mundial de Dança. ( WDC - na sigla em inglês )

Sigam o Mundo da Dança no Twitter: @mundo_danca


Os Estilos são:
A valsa lenta (ou valsa inglesa);
O tango internacional (diverso do tango argentino);
A valsa (também chamada de valsa vienense);
O foxtrote e o quickstep (International Standard);
O samba (diferente das modalidades de samba brasileiro);
O chachachá;
A rumba
O passo doble;
E o jive (International Latin)

E as Categorias são:
International Standard
International Latin

Valsa Lenta (Valsa Inglesa)

Valsa (do alemão Walzer) é um gênero musical erudito de compasso binário composto (embora muitas vezes, para facilitar a leitura, seja escrita em compasso ternário). As valsas foram muito tocadas nos salões vienenses e muito dançada pela elite da época. Durante meados do século XVIII, a allemande, muito popular em França, já antecipava, em alguns aspectos, a valsa.

Carl Maria von Weber, com as suas Douze Allemandes, e, mais especificamente com o Convite à dança (também conhecido por Convite à valsa), de 1820, pode ser considerado o pai do gênero. Os compositores mais famosos do estilo são os membros da família Strauss, Josef e Johann Strauss. O estilo foi depois reinterpretado por compositores como Frédéric Chopin, Johannes Brahms e Maurice Ravel.

Johann Strauss II compôs mais de duzentas valsas. Atualmente as valsas são regularmente interpretadas pelas mais importantes orquestras mundiais.
O gênero musical gerou danças com braços entrelaçados ao nível da cintura, tornou-se logo uma dança independente com contato mais próximo entre os parceiros. No fim do século XVIII a dança passou a ser aceita pela alta sociedade - especialmente pela sociedade vienense.

A palavra tem origem no verbo alemão Walzen, que significa "girar" ou "deslizar". É uma dança de compasso binário composto, com um padrão básico de passo-passo-espera, resultando em um deslizar vivamente pelo salão.

Tango Internacional

O Tango é mais do que simplesmente uma postura precisa e um passo estável. Foi desenvolvido na Argentina e no Uruguai no século XIX. A dança Tango resulta da fusão de música européia, africana e gaúcha.

O Tango inicialmente foi chamado de Tango Criollo ou simplemente Tango. Existem numerosos estilos atualmente, como por exemplo o Tango Argentino, o Tango de Salão (Estilo americano e internacional), o Tango Finlandés, o Tango Chinês, entre outros. O Tango Argentino é considerado como sendo o “autêntico” tango, já que é o mais parecido com o que se dançou originalmente em Buenos Aires, Argentina.

Elementos de dança e da música de Tango são populares em atividades artisticas relacionadas com a dança ou expressão corporal, tais como: patinagem artística, natação sincronizada, etc., isto pelo efeito dramático e pela enorme capacidade de improvisação no eterno tema do amor.

O Tango é dançado normalmente em linha (ronda), numa posição cerrada, peito com peito, ou face encostada (cara a cara). No entanto, o Nuevo Tango permite dançar numa postura aberta. Uma coisa é eterna: o tango é irrepetível e permite uma improvisação infinita.

O Tango consiste numa variedade de estilos como são o Tango Canyengue e Tango Orillero. No entanto, a maioria destes estilos já não se dançam. Fazem simplemente parte da evolução do Tango Argentino. Atualmente, o Tango Argentino consiste em: Tango de Salão, Tango Milonguero, Nuevo Tango, Show Tango ou Tango Fantasía.

Os dançarinos de Tango Argentino também praticam duas outras danças relacionadas: Vals (waltz) e a Milonga. As festas de Tango são também chamadas de Milonga.

Valsa ( Valsa Vienense )

A Valsa Vienense é uma dança com origem em danças camponesas tradicionais austríacas.
Tendo suas origens também do mesmo local da Valsa Inglesa. Foi introduzida em Paris, em 1775, denominada como Valsa Vienense.
Inventada pela nobreza, como diversão para as ocasiões festivas.

Veja Também:
author

Sobre o Autor:

Roger Dance é dançarino, coreógrafo e blogueiro. Estudioso dessa arte pretende dividir seu conhecimento, pesquisas e informações com todos os amantes da Dança. Saiba mais sobre o Autor. Siga no Twitter: @mundo_danca

Assine e receba nossos posts em seu e-mail!

E-book Dança Gospel - Mundo da Dança está lançando seu primeiro E-book - Dança Gospel - COMPRE SEU EXEMPLAR AQUI ** Tudo o que precisa saber para Dançar, Louvar e Evangelizar !!! **Leia a matéria de lançamento: Clique aqui.
Faça uma Doação ao Mundo da Dança - Saiba como e ainda ganhe um Brinde!
Item Reviewed: Dança de Salão - Seus Estilos - Parte 1 Rating: 5 Reviewed By: Roger Dance