Hot News MD
domingo, 6 de março de 2011

Dança de Salão - Exercite dançando.

Como todos sabem, qualquer atividade física que executamos nos traz muitos benefícios. Não poderia deixar de ser diferente na dança, todo dançarino(a) sabe que o corpo é a principal ferramenta para a prática da dança. Onde colocamos nossos sentimentos e manifestações através dos movimentos elaborados pela coreografia. Além disso podemos retirar dessa atividade, que adoramos, várias coisas boas. Uma delas é o exercício de dançar, onde colocamos nosso corpo em dia queimando calorias e deixando nosso metabolismo em equilíbrio com o organismo, trazendo vários benefícios.

Dançar com um par, em ritmo lento ou rápido, executando passos simples ou complexos, com rebolados ou giros, é o melhor exercício do mundo para muita gente. A professora de dança de salão Lidiani Emmerich garante que não há falta de jeito que impeça alguém de dançar. “Se a pessoa estiver aberta, vai encontrar uma maneira de aprender”. Além de desenvolver dotes artísticos, acrescenta a especialista, o aluno ainda trabalha a parte física e psicológica.

As qualidades físicas trabalhadas dependem de cada estilo. Geralmente, nas academias, é possível escolher de quais ritmos você quer ter lições. Tirando tango e samba, que possuem técnicas bem específicas, os outros tipos de dança costumam ser ensinados em uma mesma aula.

A metodologia é quase sempre a mesma. Após o aquecimento, o professor faz uma descrição detalhada e uma demonstração do passo a ser aprendido. Depois, vem a parte com música, em que os casais se formam e praticam o que sabem. As variações ficam mesmo por conta das especificidades dos diferentes ritmos.

O forró permite o gasto de até 470 kcal por hora. Com molejo e sensualidade, o estilo é um dos mais fáceis de se aprender e mexe o corpo todo, trabalhando acentuadamente os quadris e as pernas. Já no soltinho, também chamado de swing e rock brasileiro, o gasto calórico chega a 550 kcal por hora. Os passos rápidos, característicos do estilo, movimentam coxas, panturrilhas e braços, além de garantirem um bom condicionamento físico ao praticante.

No samba de gafieira, gasta-se, em média, 470 kcal por hora. Por causa da ginga pulada do ritmo, as pernas são os músculos mais trabalhados. O abdômen também desempenha papel fundamental na hora das torções, giros e rebolados tipicamente brasileiros. A salsa faz o praticante perder 590 kcal por hora. Bastante aeróbica, a modalidade ainda trabalha bíceps, tríceps, músculos abdominais, coxas, glúteos e panturrilhas.

O bolero proporciona uma perda de 350 kcal por hora. Um dos ritmos mais lentos da dança de salão, ele tem muitos movimentos de idas e vindas, que exigem força nas pernas e postura impecável. O tango, considerado por muitos o estilo mais difícil e o mais sensual da dança de salão, leva embora 470 kcal em uma hora.

Além do trabalho físico, há o impacto psicológico nos alunos, segundo a professora Lidiani. No público feminino, a principal mudança se dá na autoestima.

“Nos homens, o que muda mais é o comportamento. Mesmo os que chegam aqui parecendo não saber lidar com as mulheres ganham leveza e gentileza”, conta a especialista. De acordo com Lidiani, não há restrição de idade para a prática da dança de salão. “A dança abraça todos, da criança ao idoso”, finaliza.

author

Sobre o Autor:

Roger Dance é dançarino, coreógrafo e blogueiro. Estudioso dessa arte pretende dividir seu conhecimento, pesquisas e informações com todos os amantes da Dança. Saiba mais sobre o Autor. Siga no Twitter: @mundo_danca

Assine e receba nossos posts em seu e-mail!

E-book Dança Gospel - Mundo da Dança está lançando seu primeiro E-book - Dança Gospel - COMPRE SEU EXEMPLAR AQUI ** Tudo o que precisa saber para Dançar, Louvar e Evangelizar !!! **Leia a matéria de lançamento: Clique aqui.
Faça uma Doação ao Mundo da Dança - Saiba como e ainda ganhe um Brinde!
Item Reviewed: Dança de Salão - Exercite dançando. Rating: 5 Reviewed By: Roger Dance