Hot News MD
quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Granfino dá dicas para conservar melhor os alimentos durante o verão


Alimentos não perecíveis também precisam de atenção

No verão, é muito comum observarmos uma queda na qualidade dos alimentos frescos assim que saímos do supermercado. As altas temperaturas da estação são inimigas da conservação dos alimentos, principalmente os que já foram preparados para o consumo. Para evitar o desperdício e garantir que não haja perda dos nutrientes, a engenheira química, da Granfino, com MBA em alimentos, Patrícia Antunes Campos dá algumas dicas para o dia a dia.

Mundo da Dança nas Redes - Facebook | Twitter | Instagram | Youtube

"A organização da geladeira é essencial nessa época do ano. É muito importante para a nossa alimentação que as frutas e os vegetais estejam frescos" diz a engenheira. Vedar e separar a comida são dicas valiosas. "Frutas e vegetais emitem naturalmente um gás inodoro e inofensivo chamado etileno, mas alguns produzem mais que outros, principalmente em temperaturas elevadas. Quando os alimentos que produzem mais etileno são armazenados junto a frutas e vegetais sensíveis a este gás, o processo de amadurecimento é acelerado, estragando mais rapidamente", explica Patrícia.

Ajude nos a manter este Site ativo, faça uma DOAÇÃO

Não só os itens perecíveis precisam de atenção. Nessa estação, qualquer alimento que seja tirado da embalagem original precisa ser armazenado corretamente, como é o caso dos grãos. "Quando abrimos um pacote de arroz, por exemplo, o ideal é colocar a quantidade que não será utilizada em um pote de vidro bem vedado, é importante não molhar o grão durante esse transporte. O pote deve ser guardado em ambientes frescos, arejados e com pouca luz, nada de armários abafados". diz a especialista. "Isso ajuda a manter o grão seco".

As sobras de comida, ou as comidas feitas em excesso para serem congeladas, precisam ser observadas. "O tempo que o alimento mantém suas propriedades nutricionais varia de acordo com o tipo e se ele foi ou não submetido ao cozimento anteriormente. As leguminosas podem ser armazenadas em temperatura ambiente, mas se forem cozidas, devem ser guardadas sob refrigeração a 4ºC por, no máximo, três dias. Se forem congeladas, recomenda-se que sejam distribuídas em vários recipientes, de preferência, de vidro", explica Patrícia. Para os farináceos, como fubá, farinha de mandioca e de trigo, o procedimento é o mesmo.

Sobre a Granfino: 

Presente no mercado desde o início da década de 50, a Granfino é líder absoluta na venda de fubá e farinha de mandioca, que continuam como carro-chefe da marca. De origem e administração familiar, a empresa, que já está na sua 3ª geração, se tornou de gênero alimentício e produz mais de 90 produtos diferentes. Além dos farináceos e grãos, investiu também no mercado de azeites, óleos vegetais, molhos e condimentos, e na marca Gran, uma diversificação de linha nutricional, passando a produzir também rações para animais de estimação. Recentemente, a Granfino entrou no segmento de grão Premium, incluindo um arroz de alta qualidade à sua variedade de produtos. A marca é reconhecida por aliar tradição e qualidade, fazendo com que seus produtos sejam os preferidos de donas de casa a chefs requintados.



author

Sobre o Autor:

Roger Dance é dançarino, coreógrafo e blogueiro. Estudioso dessa arte pretende dividir seu conhecimento, pesquisas e informações com todos os amantes da Dança. Saiba mais sobre o Autor. Siga no Twitter: @mundo_danca

Assine e receba nossos posts em seu e-mail!

E-book Dança Gospel - Mundo da Dança está lançando seu primeiro E-book - Dança Gospel - COMPRE SEU EXEMPLAR AQUI ** Tudo o que precisa saber para Dançar, Louvar e Evangelizar !!! **Leia a matéria de lançamento: Clique aqui.
Faça uma Doação ao Mundo da Dança - Saiba como e ainda ganhe um Brinde!
Item Reviewed: Granfino dá dicas para conservar melhor os alimentos durante o verão Rating: 5 Reviewed By: Roger Dance