Hot News MD
sábado, 12 de novembro de 2016

Espetáculo de FLAMENCO inspirado em poesia de João Cabral de Melo Neto


Espetáculo de flamenco A Palo Seco une a Espanha ao Sertão pernambucano através da poesia de João Cabral de Melo Neto

Estreitar os laços culturais e afetivos entre Pernambuco e a região espanhola da Andaluzia é a proposta do espetáculo de flamenco A Palo Seco. Inspirada no poema homônimo de João Cabral de Melo Neto, a apresentação ocorre no próximo dia 15 de novembro (terça-feira, feriado de Proclamação da República), às 19h, no Teatro Luiz Mendonça, Parque Dona Lindu.


Mundo da Dança nas Redes - Facebook | Twitter | Instagram | Youtube


Realizado pela Cia. de Flamenco Karina Leiro, A Palo Seco une dança e teatro para contar, em sete cenas (O canto a palo seco; Rezas; Milho; Arrecifes; Aborto; Flor do Sertão e Lágrimas do Sertão), o drama de sete mulheres e um homem na imensidão das terras sertanejas durante os anos 30.  "A temática é a relação familiar. Brigas, amores, apegos e desapegos, sonhos e frustrações", explica um dos diretores gerais do espetáculo, Emmanuel Matheus, que também assina roteiro e concepção cenográfica.

Ajude nos a manter este Site ativo, faça uma DOAÇÃO


Na visão da diretora e coreógrafa, Karina Leiro, A Palo Seco oferece ao público a oportunidade de vivenciar a música e a dança flamencas num ambiente de hibridismo cultural em que o sul da Espanha e o sertão pernambucano dialogam em sonoridades e poesia. "Com todo respeito às tradições flamencas e sendo eu mesma filha de pai e mãe espanhóis, temos buscado a nossa identidade como companhia de nordestinos que fazem flamenco, pensando nossos corpos perpassados pela cultura local e como isso se comunica com a cultura e a técnica do flamenco, buscando os pontos de contato e o olhar do nordestino que lá viveu, no caso o poeta João Cabral", diz Karina.

A Palo Seco é encenado com música ao vivo, tendo Mek Natividade no cajón e percussão, Lucas Almeida no violoncelo e guitarra flamenca e Diego Zarcon no cante. A direção musical é de Eduardo Bertussi, também à frente da guitarra flamenca.

Durante pouco mais de uma hora, serão apresentados seis palos, como são chamados os diferentes bailes flamencos: Martinete, Seguiriya, Sevillanas, Soleá, Tientos e Tanguillos (descrições no fim do texto). "Um espetáculo flamenco é formado pelo cante, pelo baile e pelo toque  flamencos. A forma como esses elementos se combinam, em distintos compassos, é que faz com que os palos se caracterizem de maneiras particulares", explica a produtora e bailaora Rose Hans. "No flamenco, o corpo reage ao som do toque ou à letra do cante, que personifica os amores, as alegrias, a dor, o abandono, a solidão, o desejo...", completa a professora Rafaela Wanderley, vencedora do prêmio Bailarina Revelação 2016 do Janeiro de Grandes Espetáculos.

Em A Palo Seco, todos os bailaores em cena também são personagens que encarnam mulheres e homens sertanejos. Dessa forma, o ator Adriano Cabral vive Carcará, enquanto Karina Leiro interpreta a Mãe de Todas; Rose Hans é Carmem e Dani Albuquerque incorpora Rita; Já Rafaela Wanderley dá vida à Flora; Fernanda Paulino é Rute, Juliana Fernandes vive Marta e Helena Thomé é Maria.

FLAMENCURA


As alunas e alunos da Cia Karina Leiro Studio abrem a noite com a apresentação da mostra Flamencura, que inclui os palos Tangos de Málaga, Farruca, Tangos  de Granada, Sevillanas (uma delas com castanhola) e Alegrías.

Os ingressos custam R$ 40 (estudantes, professores e idosos pagam R$ 20) e podem ser adquiridos antecipadamente no studio da Cia. Karina Leiro (Rua João de Barros, 1311, Galeria Sales, Loja 4), das 17h às 21h de terça a sexta-feira e das 14h às 18h nos sábados, ou na bilheteria do Teatro Luiz Mendonça, no Parque Dona Lindu, no dia do espetáculo.

TRAJETÓRIA


A Palo Seco é o segundo grande espetáculo montando pela Cia Karina Leiro. Em 2014, a companhia estreou Bailaora, que participou do Festival Internacional de Dança do Recife e do Janeiro de Grandes Espetáculos, além da Mostra de Grupos, na Feira Flamenca 2016, em São Paulo.

O trabalho do grupo começou no Recife em 2010, com as aulas ministradas por Karina Leiro no Instituto Cervantes. De lá para cá, mais de 100 alunas e alunos já passaram pela companhia. Algumas se envolveram tanto com o flamenco que decidiram seguir carreira e se tornaram professoras. Caso de Rose Hans, Rafaela Wanderley, Fernanda Paulino, Daniela Albuquerque e Juliana Fernandes.

Nesse período, a companhia também colocou Recife no mapa nacional do flamenco, trazendo alguns dos mestres do baile para ministrar cursos na cidade, como Yara Castro, Fabio Rodriguez, Carmen la Talegona, Gisele Domit e, mais recentemente, Sara Nieto.

As bailaoras ainda mantêm um processo contínuo de estudo e capacitação com profissionais espanhóis, a exemplo de Alfonso Losa e Guadalupe Torres.

SINOPSE DO ESPETÁCULO A PALO SECO:


“Os segredos foram aflorados pelo chão. Sertão. O mar de terra quente e rachada fazia nascer as seis filhas da mulher sem nome, do peito sem leite e do olhar profundo. A senhora conhecida como A Mãe de Todas era corpo silencioso, era histórias sem volta, era o retrato do ser tão maltratado. Criou sozinha as filhas e num jogo de espelho sentimental, elas carregam nossas dores, elas nos mostram os mesmos desejos, que temos no canto secreto de nós mesmos. E a elas sobrevivem e nos derramam a vida quente no Sertão perfumado de amor e ódio. É da dor que se aprende a parir, e pelo canto. E pelo canto A Palo Seco, que anunciava o castigo, a mãe de todas ensinou com a dor e da dor, fazer as seis filhas no Sertão resistir. Era sol, era vento seco, era pássaro sem dono. Era o canto A Palo Seco. O canto da solidão, do abandono.  O canto do sol sofrido, da voz rasgada, do anúncio dos endurecidos, da alma rachada. Era o canto do anteceder ou do acompanhar da dor. Era o canto sangrando, sagrado, da vida e da morte, da navalha na carne, da lágrima do Sertão.”

SERVIÇO


Espetáculo flamenco A Palo Seco e Mostra Flamencura
Local: Teatro Luiz Mendonça, Parque Dona Lindu, Avenida Boa Viagem s/n
Data: 15 de novembro de 2016 (terça-feira, feriado de Proclamação da República)
Hora: 19h
Valor do ingresso: R$ 40 (estudante, professores e idosos pagam R$ 20)
Vendas e informações: Rose Hans (81 98611-2595)




author

Sobre o Autor:

Roger Dance é dançarino, coreógrafo e blogueiro. Estudioso dessa arte pretende dividir seu conhecimento, pesquisas e informações com todos os amantes da Dança. Saiba mais sobre o Autor. Siga no Twitter: @mundo_danca

Assine e receba nossos posts em seu e-mail!

E-book Dança Gospel - Mundo da Dança está lançando seu primeiro E-book - Dança Gospel - COMPRE SEU EXEMPLAR AQUI ** Tudo o que precisa saber para Dançar, Louvar e Evangelizar !!! **Leia a matéria de lançamento: Clique aqui.
Faça uma Doação ao Mundo da Dança - Saiba como e ainda ganhe um Brinde!
Item Reviewed: Espetáculo de FLAMENCO inspirado em poesia de João Cabral de Melo Neto Rating: 5 Reviewed By: Roger Dance