Elementos do Jazz Dance - Para quem ama Dançar !!!


O Jazz é uma forma de expressão pessoal criada e sustentada pelo improviso. Na sua origem a Dança Jazz tem raízes essencialmente populares. Com uma evolução inicial paralela à da música Jazz, surgiu nos E.U.A no final do século passado. Pode-se afirmar, inclusive,  que nasceu diretamente da cultura negra .

No início, nas viagens dos navios negreiros da África para os Estados Unidos, os negros que não morriam de doenças eram obrigados a dançar para manterem a saúde. As danças tradicionais dos senhores brancos eram as polcas, as valsas e as quadrilhas, e os negros os imitavam para ridicularizá-los, mas dançavam de acordo com a visão que tinham da cultura européia, e misturando um pouco com as danças que conheciam, utilizando instrumentos de sua cultura. Dessa forma, surgiu o jazz,  que era uma mistura da imitação dos ritmos europeus com os costumes naturais dos negros.


Mundo da Dança nas Redes - Facebook | Twitter | Instagram | Youtube


Em 1740, os tambores foram proibidos no sul dos Estados Unidos para evitar insurreições (revoltas) dos negros. Assim, para executar suas danças, eles foram obrigados a improvisar com outras formas de som, como palmas, sapateados, e o banjo. Mais uma vez, a dança dos negros dava um salto, aproximando ainda mais com o jazz que conhecemos atualmente.


Ajude nos a manter este Site ativo, faça uma DOAÇÃO


No início deste século, as danças afro-americanas começaram a entrar para os salões, e a sofrer novas influências: do can-can e do charleston, principalmente. Logo, essa dança que se pode até chamar de "mista", tomou conta dos palcos da Broadway, se transformando na conhecida comédia musical que, por sua vez, é o segundo nome dado à dança mais conhecida como jazz.

 Modern Jazz Dance, Soul Jazz, Rock Jazz,Lyrico Jazz, Disco Jazz, Free Style e Jazz Dance, são algumas das designações que hoje em dia vão sendo utilizadas para denominar os numerosos aspectos de que se reveste esta forma de expressão artística. No Brasil além destas designações, a generalização, tem sido freqüentemente exagerada a ponto de considerar determinadas formas de ginástica ou atividade física, englobadas no mesmo termo.

Movimentações Técnicas Utilizadas na Dança Jazz


A Dança Jazz, assim como as demais modalidades de dança utiliza-se de alguns elementos, e ou fundamentos da dança, como: transferência, locomoções, giros, saltos e quedas. (GARCIA; HASS;2003)

Jack Cole, é por alguns considerado o pai da dança Jazz, foi um dos primeiros a interagir fundamentos da Dança Moderna e sua técnica de isolamento das partes do corpo. Sua técnica viria a influenciar toda uma geração como Matt Mattox, entre outros.

O jazz tem certas características marcantes, incluindo a isolação, uma explosão de energia que se irradia dos quadris e um ritmo pulsante que dá o balanço certo e a qualidade do movimento. O comentário artístico e crítico, entretanto, geralmente acha o jazz uma dança de pouco valor coreográfico, por ser uma mistura de vários estilos pessoais derivados de um processo de improvisação, que organizados formam uma coreografia.

 As diferentes técnicas do Jazz, tem demonstrado que muitos princípios foram herdados do Ballet Clássico e da Dança Moderna, e alguns professores tem divulgado e desenvolvido seus métodos de fundamentação técnica para a formação do bailarino cada vez mais ecléticos. Poucos sabem qual será o futuro e suas novas influências, mas o que se pode afirmar é que até hoje, o Jazz tem sido uma das formas mais importantes da expressão artística.

Prevenção sobre Alongamentos


Alongamentos são os movimentos feitos para alongar os músculos. São muito importantes para pessoas que fazem exercícios e fundamentais para os bailarinos que precisam de flexibilidade e leveza. São movimentos fácil execução,mas quando feitos de forma incorreta, pode-se machucar a musculatura,ligamentos e articulações, por isso é importante a orientação do professor.

Para alongar não é preciso forçar bruscamente os limites, é necessário que se pratique devagar, especialmente no início, começar de leve e repetir todas as aulas para entrar em forma.

Afastamento das pernas e alongamentos mais difíceis devem ser feitos com o corpo aquecido (em atividade física), no meio ou no final das aulas, nunca no começo, para evitar distensões musculares.
Uma distensão ou estiramento muscular, caracteriza-se por um rompimento parcial ou completo de fibras ou feixes musculares, resultante de um esforço extremo realizado pelo músculo em questão.

Benefícios do alongamento



  1. Aumento da temperatura; ativa a circulação;
  2. Reduz o risco de entorse articular ou lesão muscular;
  3. Reduz a tensão muscular; relaxa a musculatura;
  4. Torna o músculo mais forte e resistente;
  5. Benefícios para a coordenação, pois os movimentos tornam-se mais soltos e fáceis;
  6. Facilita atividades como: corrida, dança, tênis, natação, ciclismo, na medida em que prepara o corpo para a atividade. Fazer alongamentos nessas situações é como sinalizar para os músculos que estão prestes a ser utilizados;
  7. Desenvolve a consciência corporal. Melhorando a postura, conforme alonga, as várias partes do seu corpo, você as focaliza e entra em contato com as mesmas. Você -aprende a conhecer-se;
  8. Ajuda a liberar os movimentos bloqueados por tensões emocionais, de modo que isto aconteça de forma espontânea;
  9. Aumento da eficiência mecânica por permitir a realização dos gestos esportivos em faixas além do limite máximo onde a resistência ao gesto é maior;
  10. Permite a realização de gestos e movimentos que sem alongamento seriam simplesmente impossíveis;
  11. Diminui de riscos de lesões e distensões, apesar de não confirmado experimentalmente;
  12. Proporciona condições para melhoria da agilidade, força e velocidade, reduzindo a danos físicos associado com a idade;
  13. Aumenta o relaxamento muscular;


Atenção!


Para evitar aquelas dores que incomodam,nos músculos depois da aula, sempre se aqueça o máximo possível antes desta. Não pense em alongar-se bastante! Nunca extrapole seus limites, pois a aula ainda vai começar, ou seja, você tem muito o que se alongar ainda... Senão, isso poderá resultar problemas futuros. Se você tiver sofrido algum problema físico, ter feito cirurgia nas articulações e
músculos, é bom consultar um médico antes de começar um programa de exercícios ou alongamento.




Compartilhe Google Plus

Sobre Roger Dance

É dançarino, coreógrafo e blogueiro. Autoditada e estudioso dessa arte, pretende dividir seu conhecimento, pesquisas e informações com todos os amantes do Mundo da Dança. Saiba mais sobre o Autor.