Mostra Motumbá apresenta espetáculo de dança 'Suave', de Alice Ripoll, e oficinas de Jongo no Sesc Belenzinho em janeiro


COMÉDIA, DRAMA E DANÇA FAZEM PARTE DO CALENDÁRIO DO FESTIVAL MOTUMBÁ EM JANEIRO

Peça dirigida por Lázaro Ramos, apresentações de dança afro, o moderno espetáculo do Grupo Suave e oficinas gratuitas são alguns dos destaques do mês

O ano começa com agenda variada na mostra Motumbá - Memórias e Existências Negras, realizada desde novembrono Sesc Belenzinho. A programação de Teatro e Dança do festival em janeiro mescla o contemporâneo com o tradicional e convida o público para oficinas de dança ministradas pelos próprios bailarinos que se apresentarão no local.


Mundo da Dança nas Redes - Facebook | Twitter | Instagram | Youtube


O cronograma teatral apresenta a premiada Namíbia, Não! (de 13 a 22/01), primeira peça adulta dirigida por Lázaro Ramos, que já foi exibida em outros estados do Brasil e até em Portugal. A comédia-dramática foca no diálogo profundo entre dois amigos que se trancam dentro de um apartamento, enquanto lá fora os negros são capturados pelo governo brasileiro para serem enviados para a África, numa espécie de revés da diáspora vivida pelo povo africano do Brasil escravocrata.

O espetáculo Sangoma (27 a 29/01), da Capulanas Cia de Arte Negra, narra a história de seis mulheres sangomas (curandeiras) que habitam uma casa sagrada com laços ancestrais. É um convite a um universo mítico cercado dehistórias de dor, superação, amores e possibilidades de cura.


Ajude nos a manter este Site ativo, faça uma DOAÇÃO


Na programação de dança, duas apresentações de Jongo, tradicional dança africana precursora do samba, serão mostradas por grupos diferentes: Roda de Jongo (15/01), com o Grupo Filhos da Semente, e Jongo (29/01),com a Comunidade Jongo Dito Ribeiro. Ambos oferecerão aulas gratuitas no mesmo dia de suas apresentações (mais informações na programação abaixo).

A criatividade pulsante, moderna e urbana dos mais jovens não ficou de fora do calendário. Sobem aos palcos os bailarinos do espetáculo Suave (27 a 29/01), comandados pela coreógrafa Alice Ripoll. Eles prometem contagiar com a já famosa dança do passinho, misto de frevo, samba e hip hop que surgiu nas comunidades cariocas e já contagiou o público teen do Brasil inteiro. Além das apresentações, o grupo também ministrará oficinas abertas a todos (mais informações na programação abaixo).

A mostra Motumbá - Memórias e Existências Negras integra diversas linguagens artísticas e ações culturais para apresentar um panorama das poéticas, estéticas e temáticas produzidas e interpretadas por grupos e artistas negros ou periféricos. Com programação que se estende até março, reúne mensalmente apresentações de teatro, dança, música e literatura, entre outros gêneros artísticos.

Abaixo, mais detalhes sobre os artistas e a programação de Teatro e Dança que a mostra Motumbá preparou para janeiro:

TEATRO


NAMÍBIA, NÃO!
Direção Geral de Lázaro Ramos

Em 2016, o governo brasileiro decretou uma Medida Provisória obrigando que todos os de 'melanina acentuada' sejam capturados e enviados imediatamente à África, provocando, em pleno século XXI, o revés da diáspora vivida pelo povo africano do Brasil escravocrata. A medida é uma ação de reparação social aos danos causados pela União. Mas, para não incorrer no crime de invasão dedomicílio, eles só podem ser capturados na rua. Assim, André e Antônio passam o dia trancados no apartamento, debatendo as questões sociais e econômicas da vida atual, seus anseios pessoais e as consequências de um iminente retorno à África-mãe.

Direção: Lázaro Ramos. Texto: Aldri Anunciação. Elenco: Fernando Santana e Aldri Anunciação.  Light Designer: Jorginho de Carvalho. Adaptador De Luz / Operação De Luz: Thatielly Pereira. Cenário: Rodrigo Frota. Cenotécnico/Contrarregra: Rayner Basílio. Figurino: Diana Moreira. Sonorização/Operação De Som: Raif. Vídeo Visagista/Operador De Vídeo: Maicon Brasil. Produção Executiva: Leonel Henckes. Coordenação De Produção: Aldri Anunciação. Produção: Melanina Acentuada Produções.

De 13 a 22/1, sextas e sábados, das 21h30 às 22h40
domingos, das 18h30 às 19h40
SALAESPETÁCULO I
Não recomendado para menores de 12 anos
Ingresso - R$20,00 / R$10,00 / R$6,00


SANGOMA
Com Capulanas Cia de Arte Negra

O espetáculo narra a história de seis mulheres Sangomas que habitam uma casa sagrada com laços ancestrais. Estas mulheres romperam o silêncio e compartilham suas histórias de vida e seus caminhos para chegar à cura.

Direção: Kleber Lourenço. Direção Musical: Naruna Costa. Textos: Cidinha da Silva e Capulanas.Elenco: Adriana Paixão, Carol Ewaci Rocha, Débora Marçal, Flávia Rosa, Priscila Obaci, Rosse de Oyá.

Dias 27 e 28/1, sexta e sábado, das 21h30 às 22h50
Dia 29/1, domingo, das 18h30, às 19h50
SALA ESPETÁCULO I Não recomendado para menores de 12 anos
Ingresso - R$20,00 / R$10,00 / R$6,00
 

ESPETÁCULO DE DANÇA

 ESPETÁCULO SUAVE

Suave consegue traduzir com maestria toda a complexidade e inventividade do passinho, assim como sua energia e alegria única, através do refinamento e do fio condutor criado pelo olhar contemporâneo da coreógrafa Alice Ripoll. "Tudo é uma questão de flow, de manha, não tem o erro, o atraso, o que saiu da linha, porque o que realmente importa é o jeito: como você vibra, como você pulsa, como se move? Se a gente força, não acontece o que era pra acontecer, perde a espontaneidade. Então tenho que fazer outras coisas pra estar trabalhando, não as que eu costumo fazer. Mas criar é mesmo inventar novos modos de criação. Que desafio pode ser maior?"

Dias 27 e 28/1, sexta e sábado, das 20h, às 20h50
Dia 29/1, domingo, das 17h, às 17h50
SALA ESPETÁCULO II
Não recomendado para menores de 12 anos
Ingresso - R$20,00 / R$10,00 / R$6,00
 

APRESENTAÇÕES


APRESENTAÇÃO RODA DE JONGO
Com o Grupo Filhos da Semente

Esta é uma manifestação afro-brasileira do sudeste do país que surgiu na época da escravidão. Também conhecido como Caxambu, é um jogo de responsório (com cantos de dizeres e respostas) cheio de metáforas, como estratégia utilizada pelos negros para combinações de festas e também fugas, sem que os donos das fazendas imaginassem o que se cantava ao som do batuque.

Dia 15/1, domingo, das 18h às 19h
PRAÇA CENTRAL
Livre
Grátis - Sem retirada de ingressos.


JONGO
Com a Comunidade Jongo Dito Ribeiro

Apresentação com a Comunidade Jongo Dito Ribeiro, de Campinas (SP). Considerado um dos precursores do samba, o Jongo é composto por elementos de dança, canto e percussão de tambores. Sempre propiciou a transmissão dos saberes entre gerações e hoje está nas periferias urbanas e em algumas comunidades rurais do sudeste brasileiro. Em 2005, o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) reconheceu o Jongo do Sudeste como patrimônio cultural brasileiro de natureza imaterial.

Dia 29/1, domingo, das 18h às 19h
PRAÇA CENTRAL
Livre
Grátis - Sem retirada de ingressos.
 

OFICINAS


OFICINA CAUSOS E PASSOS DO JONGO
 Com Jociara Souza, dirigente do Grupo Filhos da Semente

Nesta atividade os participantes aprenderão os principais passos e ritmos tocados nesta dança, como também conhecerão um pouco da trajetória de mestres jongueiros e de Jociara Souza. O Grupo Filhos da Semente nasceu em 2012 na cidade de Indaiatuba (SP).
Dia 15/1, domingo, das 14h30 às 16h30
EXPRESSÃO CORPORAL 2
Livre
Grátis - Entrega de senhas no local com 30 minutos de antecedência.

OFICINA DE PASSINHO
Com o Grupo Suave

Os dançarinos do espetáculo Suave oferecem oficina de passinho para o público de todas as idades. O passinho atualmente é uma explosão cultural na cidade do Rio de Janeiro, dos vídeos postados no Youtube, das Batalhas, das Dancinhas e do sucesso pop do grupo dreamteam do passinho. Oriundo do funk carioca, o estilo pode ser considerado um dos primeiros estilos de dança urbana, genuinamente brasileiro. Ele surgiu em comunidades carentes na atual conjuntura pós-UPP, com a democratização ao acesso à internet e dos smartphones. O passinho é antropofágico, se apropria de diversos estilos (frevo, samba, hip-hop, gay dance style) para compor seu repertório de movimento e utiliza as ferramentas digitais de uma forma única e própria para sua disseminação.
Público: interessados em geral.
Inscrições: até dia 24 de janeiro, por meio de envio de currículo resumido para passinho@belenzinho.sescsp.org.br

Os candidatos selecionados serão avisados por e-mail até 26/01.

Dia 28/1, sábado, das 15h às 18h30
SALAESPETÁCULO II
Livre

OFICINA JOGUE ESSE JONGO
Com a Comunidade Jongo Dito Ribeiro

Troca de saberes e Vivência com a Comunidade Jongo Dito Ribeiro, de Campinas (SP). Também conhecido como Caxambu, o Jongo é uma forma de expressão que integra percussão de tambores, canto e dança de diversas formas e, dependendo da comunidade que o pratica, assegura a diversidade a valorização dos enigmas cantados e o elemento coreográfico. Nesta vivência os participantes podem conhecer a história da dança e o trabalho realizado na comunidade.

Dia 29/1, domingo, das 14h30 às 16h30
EXPRESSÃO CORPORAL 2
Livre
Grátis - Entrega de senhas no local com 30 minutos de antecedência.


M O T U M B Á – Memórias e Existências Negras
Data: Até março de 2017
Local: Sesc Belenzinho
Endereço: Rua Padre Adelino, 1000, Belenzinho, São Paulo (SP)
Mais informações: (11) 2076-9700
ou  www.sescsp.org.br/belenzinho
http://www.sescsp.org.br/programacao/107905_M+O+T+U+M+B+A++MEMORIAS+E+EXISTENCIAS+NEGRAS#/content=programacao
Agendamento de grupos: pelo email agendamento@belenzinho.sescsp.org.br  ou (11) 2076-9704. Atendimento das 10h às 17h.
Estacionamento: Credencial Plena - Primeira hora: R$ 4,50. Adicional por hora: R$ 1,50.
Outros - Primeira hora: R$ 10,00. Adicional por hora: R$ 2,50. Preço promocional para espetáculos – Credencial Plena:  R$ 5,50. Outros: 11,00.




Compartilhe Google Plus

Sobre Roger Dance

É dançarino, coreógrafo e blogueiro. Autoditada e estudioso dessa arte, pretende dividir seu conhecimento, pesquisas e informações com todos os amantes do Mundo da Dança. Saiba mais sobre o Autor.