Sesc Ipiranga direciona olhar para forte programação de dança em junho


‘Fluxos P&B’, com Letícia Sekito, e ‘Nada Pode Tudo’, solo de Jussara Miller, são atrações entre os dias 15 e 26
 
‘Fluxos P&B – Experimento #17’ e ‘Nada Pode Tudo’ são atrações de dança no Sesc Ipiranga
 
A dança volta à pauta do Sesc Ipiranga a partir da segunda quinzena de junho. A unidade abriga dois espetáculos de grandes artistas dessa linguagem: “Fluxos P&B – Experimento #17”, da Companhia Flutuante, que é encenado de 16 a 18 de junho, com entrada gratuita; e “Nada Pode Tudo”, da bailarina e coreógrafa Jussara Miller, em cartaz entre os dias 23 e 25, com ingressos vendidos por até R$20.


Mundo da Dança nas Redes - Facebook | Twitter | Instagram | Youtube



Na primeira das atrações, “Fluxos P&B – Experimento #17”, concebido por Leticia Sekito e Suiá Burger, o publico será contemplado com o resultado de um laboratório artístico que une movimento, ação corporal, jogos de iluminação, intervenções sonoras, desenho e, sobretudo a improvisação, em uma mistura explorada no pela Companhia Flutuante desde 2012. Nessa residência, os artistas criam experimentos performáticos improvisados e únicos para cada apresentação.

Com criação musical de Manuel Pessoa Lima, a dança pode usar materiais como tinta nanquim, carvão e papel Canson. A escolha desses suportes cênicos será feita apenas no dia da apresentação, a depender das condições do espaço e da performer.

Vale destacar o currículo de Leticia Sekito, que além de coreógrafa e bailarina, também é preparadora corporal e massoterapeuta, com formação pelo C.E.M. (Centro em Movimento), de Lisboa. Ela trabalhou no Estúdio Nova Dança, entre 1996 e 2006.

Já ‘Nada Pode Tudo’, com a bailarina e coreógrafa Jussara Miller, dirigida por Norberto Prosa, é inspirada no diálogo da dança com a fotografia e a literatura, sobretudo na obra ‘Cá Entre Nós’, da poetisa e haikaista Alice Ruiz. A atração integra a programação do projeto Contaminações, que tem a proposta de mostrar como as obras literárias brasileiras são influenciadas por trabalhos em outras linguagens artísticas.

Os versos de Alice, que transitam entre a simplicidade e a extravagância, emprestam para a dança uma discussão sobre a inquietude de ser mulher e a sensibilidade transformada em energia literária. Em cena, os estados corporais da bailarina são relacionados com fotografias do artista Christian Laszlo, que são projetadas no palco. A interpretação já rendeu a Jussara o Prêmio Denilto Gomes de Dança 2015.

Jussara tem graduação, mestrado e doutorado em dança e artes pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e é autora dos livros “A Escuta do Corpo” e “Qual é o Corpo Que Dança?”. Ela leciona no curso de pós-graduação Técnica Klauss Vianna, oferecido pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP).

SERVIÇO: 

FLUXOS P&B - EXPERIMENTO #17


O projeto Fluxos em Preto&Branco é uma iniciativa de Letícia Sekito, da Companhia Flutuante, que, desde 2012, reúne artistas improvisadores atuantes em diferentes linguagens, sobretudo nas artes visuais e na música, para trabalhar em colaboração na construção de experimentos performáticos no viés da relação entre o movimento, a ação corporal e o desenho. Ideia original de Leticia Sekito e Suiá Burger Ferlauto, concepção de elementos visuais por Suiá Burger Ferlauto, criação Sonora de Manuel Pessoa Lima e consultoria de Figurino por Joana Porto.

Local: Auditório - Não teremos cadeiras neste espetáculo, assentos no chão. Retirada de ingressos com 1 hora de antecedência na bilheteria da unidade.
Preço: Grátis
Classificação: Livre

16/06. Sexta, às 21h30
17/06. Sábado, às 19h30
18/06. Domingo, às 18h30

NADA PODE TUDO


Espetáculo livremente inspirado na obra "Cá entre nós", da poeta Alice Ruiz. A apresentação é construída como um diálogo entre dança, fotografia e literatura - que, a partir da obra literária, origina estados corporais explorados na cadência da coreografia e relacionados com as fotografias projetadas no espaço cênico. Um jogo de percepções é estabelecido e, ao final, o que se vê culminar é uma fluidez poética dançada.

Local: Teatro (200 lugares).
Preço: R$ 20,00. R$ 10,00 (meia). R$ 6,00 (credencial plena).
Classificação: Livre

23/06. Sexta, às 21h
24/06. Sábado, às 21h
25/06. Domingo, às 18h

Sesc Ipiranga

Rua Bom Pastor, 822 – Ipiranga
Telefone – (11) 3340-2000 - www.sescsp.org.br/ipiranga
Acesso para deficientes físicos
Não há estacionamento

Ingressos à venda pelo portal www.sescsp.org.br ou nas bilheterias das unidades
Bilheteria Sesc Ipiranga - Terça a sexta das 12h às 21h; sábados, das 10h às 21h30; domingos e feriados, das 10h às 18h

Compartilhe Google Plus

Sobre Roger Dance

É dançarino, coreógrafo e blogueiro. Autoditada e estudioso dessa arte, pretende dividir seu conhecimento, pesquisas e informações com todos os amantes do Mundo da Dança. Saiba mais sobre o Autor.