Oficina MetaCultural abre inscrições para curso de Danças Brasileiras


Aulas começam no dia 2 de agosto e acontecem às quartas, entre 15h e 18h

A Oficina MetaCultural, espaço cultural que promove cursos anuais, semestrais e workshops na área artística localizado na região da Bela Vista (Rua Treze de Maio, 120), abre inscrição para aulas de Danças Brasileiras. O curso é voltado para público geral, com idade mínima de 13 anos, sem necessidade de experiência prévia. As aulas começam no dia 2 de agosto e acontecem as quartas, das 15h as 18h. Quem se inscrever até o dia 10/08 e indicar um amigo para qualquer um dos cursos, receberá 50% de desconto na primeira mensalidade.


Mundo da Dança nas Redes - Facebook | Twitter | Instagram | Youtube


O curso Danças Brasileiras tem o objetivo de vivenciar e reconhecer a história e presença das manifestações populares no Brasil, compreendendo seu desenvolvimento e sua importância para o país. Os estudantes serão convidados a praticar corporalmente algumas manifestações populares de matriz africana e aplicá-las numa criação corporal. As danças serão abordadas através da consciência corporal do movimento somático, buscando reconhecer os ritmos no corpo, os estudantes aprenderão a dançar de maneira lúdica.

Há seis anos funcionando, a Oficina MetaCultural não é uma escola de formação, mas uma experiência artística de vanguarda, que percebe “o fazer da arte” como uma prática e experimento de troca e vivência interna (uns com os outros) e externa (sociedade). Entende-se que o caminho para fazer arte envolve o SER acima do TER e sentir é o primeiro passo para a criação. Independente de qual curso o estudante estiver matriculado, ele terá passe livre por todos os cursos da Oficina.

  • Site: http://oficinametacultural.com.br
  • Facebook: https://www.facebook.com/OficinaMetaCultural/

Investimento

O curso possui mensalidade de R$ 170, se o pagamento for realizado até o dia 10, ou R$ 197, para as demais datas do mês.
Taxa de matrícula: R$ 35 (pagamento único, independente da quantidade de cursos).

Vantagens

▪       Oferecemos certificado ao término do curso quando o estudante conclui o mínimo de 70% de frequência nas aulas + Portfólio Artístico;
▪       O estudante matriculado pode assistir como ouvinte (gratuitamente) às aulas de todos os cursos ministrados na Oficina, com agendamento prévio, respeitando o limite de ouvintes por aula;
▪       Cota de ingressos gratuitos ou com desconto, em parceria com outras instituições como, por exemplo, o SESC para assistir espetáculos, shows, palestras como forma de complementação aos seus estudos;
▪       Participar de mostras, apresentações e temporadas como conclusão de curso;
▪       Pode usar o espaço gratuitamente para ensaios em qualquer horário com agendamento prévio. Entrada gratuita ou 50% de desconto em todos os eventos realizados na Oficina, festas, espetáculos, palestras, etc.

DANÇAS BRASILEIRAS

Período do curso:  De 02 de Agosto a 22 de Novembro
Dia: Quartas / Horário: 15h às 18h
Público Alvo: Interessados em geral com disponibilidade corporal.
Processo Seletivo: Primeiros inscritos (link: https://goo.gl/frXuGf)
Vagas: Máximo 20 pessoas, a partir de 13 anos
Professora: Erika Coracini

Conteúdo

Danças populares abordadas: Coco, jongo, carimbó, cacuriá, baião de princesas, congo do Espírito Santo, Batuque de Umbigada, samba de roda e ciranda.

  • Estudos através de vídeos das manifestações corporais que serão abordadas;
  • Prática e aprendizado das danças populares;
  • Precisão, resistência e disponibilidade corporal;
  • Improviso corporal – brincadeira;
  • Canto de ritmos populares;
  • Dança: passos e coreografias.

Currículo Erika Coracini

Atriz, diretora e pesquisadora. Formou-se em Artes Cênicas pela Universidade de São Paulo. Mestre pela ECA/USP com a dissertação “Jongo e Teatro: princípios performáticos da festa”.

Na Penélope Cia de Teatro, na qual é fundadora e atualmente diretora, pesquisa a intersecção entre um teatro performativo e narrativo em uma dramaturgia de espaço. A Cia iniciou seus trabalhos com o espetáculo “Penélope Vergueiro”, no qual atuou, texto e direção de Carlos Canhameiro em 2011; em 2013, a Cia realiza o espetáculo itinerante “Sem Palavras” em diversas casas, dirigido por Erika Coracini e com dramaturgia de Alexandre Krug; atualmente apresentam o terceiro espetáculo também itinerante “…Entre Esperas…ou Como um dia come o outro…”, dessa vez na avenida Paulista com o parque Trianon, repetindo a direção de Erika Coracini e dramaturgia de Alexandre Krug.

Também a partir dessa pesquisa, dirigiu o espetáculo “Nossa Senhora das Nuvens” de Arístides Vargas, com o Grupo Sopro, 2013. Essa mesma pesquisa havia nascido em “Sobre Concreto Sonho”, direção de Erika, com o Forte Casa Teatro, grupo do qual foi fundadora. Este também era um espetáculo de rua processional, criado através do projeto Vizinhanças, contemplado pela Lei de Fomento ao Teatro para a cidade de SP, 2011. No grupo Forte Casa Teatro, também atuou e co-criou os seguintes espetáculos: “O Triângulo: um elogio amoral”, direção de Ésio Magalhães, 2003;”Falatório”, direção de René Piazentin, 2005; “Hamlet – Canastra Real”, direção de Gabriel Carmona, 2006; “Alembrar”, direção de Rebeca Braia, 2009; “Arapucaia”, direção de Magê Blanques, 2009

Como atriz, atuou nos espetáculos “Correspondências”, direção de Beth Lopes, com o qual participou do VIII Festival Internacional de Teatro Universitário de Santiago de Compostella; “Made in Brazil”, direção de Pedro Granato; “Santa Luzia passou por aqui com seu cavalinho comendo capim”, direção de Georgette Fadel, 2004; “Santa Joana dos Matadouros”, com direção de Zé Renato, 2010; “Os Azeredos mais os Benevides”, de Vianninha, direção João das Neves, 2014.

Responsável pela administração do curso de Teatro do Ponto de Cultura da UMES entre 2005 e 2011, onde ministrava aulas de teatro para jovens e professores da rede pública. Ministrou aulas de voz na EAC – Escola de Artes Cênicas de Santos. Ministrou de 2011-2015 aulas de voz e danças brasileiras na Escola Superior de Artes Célia Helena.


Compartilhe Google Plus

Sobre Roger Dance

É dançarino, coreógrafo e blogueiro. Autoditada e estudioso dessa arte, pretende dividir seu conhecimento, pesquisas e informações com todos os amantes do Mundo da Dança. Saiba mais sobre o Autor.