A Dança e a Nutrição


Dançar faz bem ao corpo e à alma, assim como uma alimentação adequada! E apesar de a dança ser considerada uma arte, todos os exercícios realizados para o aperfeiçoamento dos movimentos exigem o gasto de energia corporal, o que é ótimo para a manutenção do peso adequado e da força muscular!

Porém, tudo que faz bem, pode fazer mal também, se usado de maneira incorreta. Neste caso, relacionando a dança com a alimentação, é importante lembrar que o nosso organismo é composto por ossos, músculos (proteínas), água, gordura e outros componentes provenientes de vitaminas, sais minerais e carboidratos, e, para o seu funcionamento adequado, necessitamos de todos estes nutrientes diariamente em nossa alimentação.

Por que isto?

Porque se queremos dançar, realizando os movimentos com graça e leveza, evitando lesões e/ou desmaios durante os treinos/ensaios, devemos manter nosso corpo bem nutrido!

Desta forma, seguem algumas dicas sobre a alimentação antes, durante e após a aula de dança ou ensaio para uma competição:

  • Seja antes, durante ou depois da aula ou ensaio, nunca deixe de se hidratar! Beba no mínimo 2 litros de água diariamente, sendo que em dias quentes, pode ser que aumente a sua necessidade, devido à transpiração, ocasionando também na perda de eletrólitos importantes, como o sódio, potássio e cloreto;
  • Prefira água, água de coco natural e sucos de frutas naturais, sem açúcar! Evite refrigerantes e sucos industrializados, pois além de serem artificiais, possuem elevadas quantidades de açúcar, sódio (mascarado nos conservantes) e em alguns casos, corantes artificiais, que podem ser prejudiciais à saúde;
  • Evite o consumo exagerado de bebidas isotônicas, já que estas possuem altas concentrações de sódio e açúcar e são recomendadas para a hidratação e melhora da performance de atletas, ou seja, se você pratica uma hora de aula de dança diariamente, não é atleta!
  • Antes dos ensaios ou aulas, faça uma refeição leve, que forneça fibras (veja o exemplo abaixo), os quais irão fornecer energia lentamente para os seus músculos durante os exercícios;
Exemplos de alimentos fonte de fibras que podem ser consumidos antes das aulas ou ensaios: pão integral, biscoito integral, frutas (mamão, ameixa, laranja com bagaço, maçã com casca, pera com casca), farelos ou flocos de aveia, granola sem açúcar;

  • Após o ensaio ou aula, é importante a reposição da energia gasta pelos seus músculos, mas sem exageros! O excesso pode trazer efeito inverso, ou seja, se você acha que após uma hora ou mais de dança, seu prêmio é uma taça “tamanho GG” com 5 bolas de sorvete, cobertas com calda de chocolate, cookies, confeitos e tudo mais que tiver direito, engano seu! Extravagâncias como esta, somente de em vez em quando!
  • Após o ensaio ou aula, faça uma refeição equilibrada, com fontes de carboidratos complexos, proteínas, verduras e legumes.

Caso seja horário de almoço ou jantar, segue o exemplo: arroz, feijão, filé de peito de frango grelhado, salada de rúcula, agrião, tomate e palmito, abóbora cabotiá refogada;
Caso seja um horário que você não queira fazer uma refeição do tipo almoço ou jantar, prefira lanches com pão integral, queijo branco, peito de peru, verduras e legumes, frutas fontes de fibras, flocos ou farelos de aveia, barra de cereais, etc.;

  • Durante as aulas ou ensaios, evite a ingestão de alimentos de difícil digestão, como frituras, açúcares simples (doces em geral), assim como aqueles que possam favorecer a perda de líquidos pela urina, como as bebidas alcoólicas, por exemplo;
  • Nunca deixe de se alimentar! Fracione sua alimentação em 6 refeições diárias de volumes menores! Assim você irá garantir energia e nutrientes o dia todo, favorecendo a preservação dos seus músculos durante a dança, seja para o seu trabalho ou diversão!


De maneira geral, não pense que pular refeições e aumentar a intensidade dos seus ensaios ou aulas irá promover o seu emagrecimento, caso você esteja acima do peso! Uma vez que o seu corpo precisa de nutrientes para realizar todas as atividades, inclusive as musculares, ficar sem se alimentar é um erro muito grave, que pode levar a danos para o seu organismo, assim como comprometer seu rendimento!

Portanto, seja feliz dançando e se alimentando adequadamente!

Juliana Cristina Lemos de Souza Marchesi
Nutricionista pela Universidade Paulista.
Especialista em Clínica e Terapêutica Nutricional.
Mestre e Doutoranda pela faculdade de medicina de Ribeirão Preto – USP.
Docente do curso de Nutrição da Unip Campus São José do Rio Preto.

Fonte: Blog Danzarin


Compartilhe Google Plus

Sobre Roger Dance

É dançarino, coreógrafo e blogueiro. Autoditada e estudioso dessa arte, pretende dividir seu conhecimento, pesquisas e informações com todos os amantes do Mundo da Dança. Saiba mais sobre o Autor.