Bailarino brasileiro é contratado pelo Ballet do Teatro Mariinsky na Rússia


Victor Caixeta de 18 anos embarca para São Petesburgo no próximo dia 08 de setembro

O bailarino Victor Caixeta Gonçalves, de 18 anos é o mais novo contratado pelo Ballet do Teatro Mariinsky de São Petersburgo, na Rússia. A companhia é considerada uma das mais importantes do mundo. As negociações para contratação do bailarino para a temporada 2017/2018 começaram em junho quando Victor participou da XIII Competição Internacional de Ballet de Moscou.

No concurso, que foi realizado este ano, o bailarino se apresentou na categoria pas-de deux com sua partiner, a japonesa Elena Iseki, e ficou em terceiro lugar. Na ocasião os dois representaram a Escola Estatal de Ballet de Berlim.

Mas a carreira do bailarino começou em Uberlândia, Minas Gerais, no projeto social Pé de Moleque quando Victor tinha 11 anos. O projeto, dirigido pela professora Guiomar Boaventura, tem como objetivo oferecer oportunidades de crescimento pessoal e profissional a crianças e jovens de baixa renda por meio do ballet clássico.

 Foi como aluno do Projeto Pé de Moleque que Victor participou das edições de 2014 e 2015 do Festival de Dança de Joinville e alcançou os primeiros lugares nos dois anos. O bailarino também participou das edições de 2014 e 2015 do Youth America Grand Prix, realizado em Nova York. Ainda em 2015 o bailarino competiu no Prix de Lausanne, ocasião em que recebeu ofertas de bolsas de estudo para 18 escolas espalhadas pelo mundo.

Victor Caixeta escolheu estudar na Escola Estatal de Ballet de Berlim, para onde se mudou em setembro de 2016. Como aluno da escola alemã Victor alcançou o 1º lugar no Tanzolymp em Berlim, o 1º lugar no European Grand Prix Ballet em Viena, onde também recebeu o prêmio especial do júri, além do 3 º lugar na XIII Competição Internacional de Ballet de Moscou.

Agora o bailarino está de volta a Uberlândia, revendo a família e os amigos, mas também se preparando para dar início ao seu primeiro contrato profissional de trabalho. Todos os dias Victor vai para a sede do Projeto Pé de Moleque para fazer aulas, ensaiar e ajudar a professora Guiomar na sala de aula onde tudo começou.  Para Victor “é sempre muito bom estar em casa de novo e rever amigos e familiares, mesmo com todas as oportunidades e facilidades que tenho lá fora, nada me faz melhor do que o meu lar. Colocar as sapatilhas e voltar onde tudo começou, não tem preço. E o que eu acho melhor é ver o desenvolvimento dos meus amigos que ainda estão aqui. Depois de vir para casa, eu recarreguei todas as minhas energias para começar a viver um sonho pelo qual batalhei muito, que é dançar no Mariinsky Ballet”.

Para a professora Guiomar Boaventura a contratação de Victor pelo Ballet do Teatro Mariinsky “nos mostra que vale a pena trabalharmos da maneira correta e lutarmos para que nossa arte não seja fútil e superficial”, disse ela.

Outras informações: Guiomar Boaventura: 034 99123 9893
Créditos das fotos: Fernanda Torquato
Locações: Sala de aula do Projeto Pé de Moleque e pátio externo do Teatro Municipal de Uberlândia


Compartilhe Google Plus

Sobre Roger Dance

É dançarino, coreógrafo e blogueiro. Autoditada e estudioso dessa arte, pretende dividir seu conhecimento, pesquisas e informações com todos os amantes do Mundo da Dança. Saiba mais sobre o Autor.