Ballet Paraisópolis - Espetáculo Construindo Sonhos


Espetáculo Construindo Sonhos, apresentado pelos alunos do Ballet Paraisópolis, traz 19 coreografias executadas por 121 crianças e adolescentes entre 8 e 17 anos de idade

Participação da G.R.E.S. Acadêmicos do Tatuapé

Dia 8 de dezembro, 20h

Utilizar a dança como agente de formação pessoal e profissional foi a ideia que motivou Mônica Tarragó a criar, em maio de 2012, o Ballet Paraisópolis. A professora, coreógrafa e diretora busca, com o projeto, promover a inclusão social de jovens entre 8 e 17 anos que moram na comunidade, a segunda maior de São Paulo, oferecendo semanalmente aulas de ballet clássico gratuitas.

“É um trabalho de formação artística e também de formação do indivíduo, dando oportunidade para que os alunos possam tornar seus sonhos realidade”, conta ela. Assim surgiu Construindo Sonhos, espetáculo produzido para o final desse ano, que deseja acender a vontade individual sobre sonhar e, principalmente, sobre realizar. Mostrar, por meio de intervenções, movimentos e expressões artísticas, que é possível tornar ideais, propósitos e intenções, possíveis.

Ao todo serão 19 coreografias executadas por 121 crianças e adolescentes entre 8 e 17 anos de idade. As modalidades apresentadas pelos bailarinos se alternarão entre clássicas, neoclássicas e contemporâneas. Foram convidados outros bailarinos para acompanhar os alunos: Weverton Aguiar, Sofia Tarragó, Icaro Freire e Agnes Rumi.

Weverton e Sofia irão apresentar um Pas de Deux do repertório Raymonda, enquanto Icaro exibirá uma coreografia contemporânea de sua autoria junto com a bailarina Agnes. Além deles, a bateria do G.R.E.S. Acadêmicos do Tatuapé também estará presente para o encerramento da apresentação.,

Mais sobre o Ballet Paraisópolis

Contando com o apoio de professores renomados na área da dança, o projeto social oferece um curso de ballet com duração de oito anos, para, ao final, formar novos bailarinos e bailarinas. Atualmente o Ballet Paraisópolis atende 200 jovens moradores da comunidade e, desde a sua criação, já atendeu mais de 5.000 crianças e adolescentes da comunidade. A lista de espera tem cerca de 2.000 nomes.

Duas vezes por semana, os alunos participam de aulas de ballet com duração de 1 hora na sede do BP, que fica localizada dentro de Paraisópolis, na Zona Sul de São Paulo. Lá eles recebem uniformes e figurinos feitos sob medida, como sapatilhas, meia calça, bolsa e tênis, sendo representados pelas melhores marcas do mercado.

Além disso, usufruem de uma estrutura profissional e física, aptas para o seu desenvolvimento pessoal e a prática de ballet, contando com professores renomados na dança, piso flutuante, linóleo, espelho, barras fixas, móveis e ventiladores. Durante o curso, os alunos podem aprender tanto o ballet clássico, como a dança contemporânea. A segunda opção fica disponível a partir do 4º ano, onde os participantes passam a ter outra opção para seguirem carreira. Terminados os oito anos de aprendizado, os jovens ficam capacitados a ingressar em companhias dentro e fora do país.

Desde 2013, o projeto passou a ter dois grupos de alunos: Infantil (8 a 12 anos), e Juvenil (13 a 17 anos). As equipes, compostas pelas crianças que apresentam melhor rendimento e frequência nas aulas, são as escolhidas para representar o BP em apresentações dentro e fora da comunidade.

Dentre os principais eventos que participou, o BP conta com apresentações no MASP (2017), 35° Festival de Dança de Joinville (3° lugar no evento meia ponta), Auditório Ibirapuera – Oscar Niemeyer (2015 e 2016), no Tribunal de Justiça de São Paulo (2015), e, também, no Teatro Municipal de São Sebastião (2016).

Além das aulas e do ensino técnico, o BP busca, acima de tudo, formar cidadãos com plenas condições de atuar no mercado de trabalho posteriormente. O projeto foca no desenvolvimento pessoal dos jovens, promovendo workshops e oficinas com profissionais conceituados das áreas de nutrição, educação física, psicologia, línguas, entre outras. Em uma visão geral, o objetivo é disseminar a arte por toda a comunidade, além de desenvolver o potencial de jovens de baixa renda que não possuem oportunidades na sociedade. Paralelo a isso, o projeto busca também fomentar a mão de obra local, gerando empregos para os moradores de Paraisópolis.

Incentivos

Para auxiliar no desenvolvimento do projeto e na realização de palestras, oficinas e workshops, o Ballet Paraisópolis se apoia na aplicação de recursos provenientes das Leis de Renúncia Fiscal, tais como a Lei Rouanet e o Programa de Ação Cultural (ProAc). Por ser uma instituição sem fins lucrativos, o BP está apto a receber doações diretas.

Mais informações, acesse:

Site oficial: http://www.balletparaisopolis.com.br/

BP no Facebook: https://www.facebook.com/BalletParaisopolisSP/?fref=ts

BP no Instagram: https://www.instagram.com/balletparaisopolis/

FICHA TÉCNICA:

Direção Geral e Concepção artística: Monica Tarragó

Produção: Monica Tarragó Produções Artísticas LTDA-ME

Diretor Administrativo: Jorge Tarragó Papasseit

Assessor Jurídico: Amauri Correa Souza

Relações Institucionais: Gilson Rodrigues

Produtor Executivo: Jorge Andreatta Tarragó

Secretária Geral: Ana Paula Santos Macedo

Corpo Docente: Danielle Rodrigues, Fabricio Domenichelli, Icaro Freire, Jackeline Coutinho, Luis Ribeiro, Marcio Rongetti, Monica Tarragó e Weverton Aguiar

Coreografia: Danielle Rodrigues, Fabricio Domenichelli, Icaro Freire, Leonardo Helmer, Luis Ribeiro, Monica Tarragó, Raymundo Costa e Weverton Aguiar

Elenco: Agatha Vieira, Aline da Silva, Alicia Bonfim, Aline de Souza, Amanda Gomes, Amanda Matias, Amanda Oliveira, Ana Beatriz Carvalho, Ana Beatriz Santos, Ana Carolina da Silva, Ana Caroline da Silva, Ana Paula Vitória de Brito, Anna Caroline Santana, Anna Clara Ferreira, Anna Luyza Guimarães, Beatriz Gaudêncio, Bruna Figueiredo, Camilly Baracho, David Santos, Eduarda Justina de Sousa, Elizabeth Gomes, Eloisa Coelho, Emanuelly Costa, Emilly Braga, Emilly Odilon dos Santos, Estefany Priscila da Silva, Evellyn Santos, Evelyn Azevedo, Evelyn de Souza, Geise Santos, Geovana da Silva, Giovana Guimarães, Giselly Leonardo, Gracielly Oliveira, Haissa Rocha, Iasmin Alves, Iasmym da Silva, Irene Silva, Isabela da Silva, Isabella da Rocha, Jaciele de Sousa, Jackeline de Sousa, Jamile de Alcântara, Janaina de Souza, Jennifer Damasceno, Jhennifer da Silva, Julia dos Santos, Juliana Ferreira, Jullia Palma, Kaila dos Santos, Kamilly Ramos, Karina da Luz, Katarina Araujo, Kathllyn da Silva, Kauanny Leal, Kemilly Luanda Silva, Kerollay de Sousa, Kethelyn Sena, Kethily Simplicio, Lais Ferreira, Larissa Costa, Larissa  Nascimento, Larissa da Silva, Larissa Santos, Lauana Rodrigues, Laura de Carvalho, Leticia Maria Silva, Leticia Miranda, Liciane Alves, Lorena Tigre, Luiz Fabiano Dias, Maria Daniela  Sousa, Maria Eduarda da Silva, Maria Iasmin da Costa, Maria Luisa de Brito, Maria Luiza de França, Mariana dos Santos, Mariana Lopes, Mariana Oliveira da Silva, Mariana Farias, Mariany de Gouveia, Matheus da Costa, Mayara da Silva,  Mikaelly da Silva, Milena Maria da Silva, Millena Prates, Nadia Aparecida Silva, Nádia Jennifer Oliveira, Nathália da Silva, Natyele Machado, Nayra da Silva, Nicole Espindola, Nicolly de Jesus Souza, Nicoly Cristina dos Santos, Polianna de Jesus, Priscila  Ferreira, Rayane Santos, Rayanne Victorya da Silva, Rayka Nepomuceno, Rayssa da Silva, Rayssa de Santana, Rita do Nascimento, Sabrina Lima, Silveria de Gouveia, Sofia Silva, Steffany de Jesus, Taislane Ferreira, Tamires Caroline Barros, Thabata Cristina Santana, Thais Silva, Thalita Dias, Thalita Gomes, Thalyta Hevellyn da Silva, Thífany Maria de Sousa, Vitória Ágatha Santos, Vitoria Teixeira, Wellington dos Anjos, Yasmim de Oliveira,Yasmin de Melo, Yasmin da Silva, Yasmin dos Santos.

Convidados: Agnes Rumi, Icaro Freire, G.R.E.S. Acadêmicos do Tatuapé, Sofia Tarragó e Weverton Aguiar.

Figurino: Andrea Delgado, Célia Silva, Felipe Santos, Jenerson Sales, Madalena Machado e Zulmira Dominiqueli

Fotografia: Tomas Kolisch

Cenografia: Fabricio Domenichelli e Jorge Andreatta Tarragó

Ballet Paraisópolis em Construindo Sonhos participação bailarinos Agnes Rumi, Icaro Freire, Sofia Tarragó e Weverton Aguiar e integrantes da bateria da Escola de Samba Acadêmicos do Tatuapé

08 DEZ 2017 | 20h
Duração: 80 minutos (aproximadamente)
ingressos: Gratuito. Distribuição de ingressos na bilheteria do Auditório, uma hora e meia antes da apresentação. Limite de dois ingressos por pessoa. Sujeito à lotação da casa.
[livre para todos os públicos]
informações: www.auditorioibirapuera.com.br
tel.: 3629-1075 ou info@auditorioibirapuera.com.br

Auditório Ibirapuera – Oscar Niemeyer

Desde 2011, o Auditório Ibirapuera é gerido pelo Itaú Cultural, em parceria com a Prefeitura de São Paulo

Capacidade: 806 lugares
Av. Pedro Alvares Cabral, s/n – Portão 2 do Parque do Ibirapuera
(Entrada para carros pelo Portão 3)
Fone: 11.3629-1075
info@auditorioibirapuera.com.br
http://www.auditorioibirapuera.com.br/
Ar-condicionado. Acesso a deficientes. Proibido fumar no local.
Estacionamentos / Transporte:
Estacionamento do Parque Ibirapuera, sistema Zona Azul – R$ 5 por duas
horas. Dias úteis das 10h às 20h, sábados, domingos e feriados das 8h às 18h
Ônibus:
Linha 5154 – Terminal Sto Amaro / Estação da Luz
Linha 5630 – Terminal Grajaú / Metrô Bras
Linha 675N – Metrô Ana Rosa / Terminal Sto. Amaro
Linha 677A – Metrô Ana Rosa / Jardim Ângela
Linha 775C/10 – Jardim Maria Sampaio / Metrô Santa Cruz
Linha 775A/10 – Jd. Adalgiza / Metrô Vila Mariana
O Auditório Ibirapuera não possui estacionamento ou sistema de valet. O estacionamento do Parque Ibirapuera é Zona Azul e tem vagas limitadas. Sugerimos que venha de táxi ou transporte público

Boaventura Comunicação

Auditório Ibirapuera - Oscar Niemeyer
Assessoria de imprensa I Comunicação e relacionamento

Cristiane Batista
cristiane.batista@terceiros.itaucultural.org.br
55 11 3629 1017
55 11 9.96640754

Sara Correia
sara.correia@terceiros.itaucultural.org.br
55 11 3629 1017
11 982053344 /   25068497

Avenida Pedro Álvares Cabral, s/nº                           
Portão 2 - Parque Ibirapuera
São Paulo - SP - 04094-050


Compartilhe Google Plus

Sobre Roger Dance

É dançarino, coreógrafo e blogueiro. Autoditada e estudioso dessa arte, pretende dividir seu conhecimento, pesquisas e informações com todos os amantes do Mundo da Dança. Saiba mais sobre o Autor.