4 maneiras de se manter sempre motivado - #PsicologiaDaDança


Motivação é ter motivos – internos ou externos – para realizar uma atividade. Isto gera energia em forma de atenção, foco, pensamentos, emoção, sensações e memória voltado para a realização desta atividade.

A motivação interna se refere a motivos de superação, desenvolvimento pessoal e outros que não estão materialmente fora de si mesmo. Vontade de se superar é um ótimo exemplo de um motivador interno. A motivação externa são motivos externos. O melhor exemplo para compreender são os professores que funcionam como motivadores externos.

Ficamos desmotivados por vários motivos. Outras coisas podem estar acontecendo em nossa vida que nos fazem distrair dos nossos objetivos. Podemos estar entediados com a rotina. Podemos ter dificuldade de nos automotivar e pouco autoconhecimento. E os motivos que nos levaram a dançar podem não fazer mais sentido. Neste caso: encontre novos!

Vamos conferir as quatro maneiras para se manter sempre motivado!

1 Encontrar motivos internos

Se motivar é encontrar motivos: quaisquer que sejam. Muitas vezes recorremos a outras pessoas para nos motivar. Mas estas pessoas nem sempre estão do lado para realizar este papel.
Fortalecer-nos por dentro é muito mais importante, por que nossa força interna se mantém durante um longo tempo evitando grandes variações. Encontre seus motivos internos para dançar, aprender e melhorar. Você sabe que encontrou um bom motivo quando assim que pensa sobre ele tem vontade de dançar.

2 Estar próximo de colegas que te motivem

Todos temos aqueles colegas mais motivados e os mais desmotivados. Nos momentos em que você deseja estar no seu nível máximo cerque-se de pessoas que vão motivá-lo. Se você gosta de competição fique perto de alguém muito bom, se distrai com facilidade fuja de pessoas que falam com você durante a aula.

3 Pedir ao professor que exija mais de você sempre

Obviamente o professor quer o seu melhor e com certeza já luta para que seu desenvolvimento seja ótimo. Porém, quando demonstramos para ele nosso desejo de buscar mais ele próprio motiva-se a ensiná-lo e puxá-lo cada vez mais para cima. Assim, o professor funciona como um motivador externo: ótima dica para quem tem dificuldade de se automotivar!

4 Buscar desafios

Se desafiar é se colocar em situações diferentes, mas no mesmo contexto: a dança. Isso significa não adequar sua mente a um padrão rígido de rotinas. Isso significa se fortalecer.
Geralmente nos motivamos mais facilmente quando iniciamos a jornada. Depois de determinado tempo nela encontramos dificuldades para nos manter dispostos. Portanto, manter-se em novas experiências pode ser a chave se você costuma ficar desmotivado.


----------****----------

Maria Cristina Lopes  -  Psicóloga da dança

Psicóloga, apaixonada por motivar pessoas e espalhar que a mudança para o emagrecimento começa por dentro. Treina pessoas a pensar magro e atingir o corpo ideal. Também auxilia pessoas a ter melhores rendimentos no esporte e na dança.

CRP 5/47829
+55 21 993053432

Consultas online e no Rio de Janeiro
www.facebook.com/balletsemestresse

www.instagram/balletsemestresse
www.mariacristinalopes.com



❤ Leia outros posts do Ballet sem Estresse | Por Maria Cristina Lopes
Compartilhe Google Plus

Sobre Roger Dance

É dançarino, coreógrafo e blogueiro. Autoditada e estudioso dessa arte, pretende dividir seu conhecimento, pesquisas e informações com todos os amantes do Mundo da Dança. Saiba mais sobre o Autor.