Cora Laszlo e Luisa Coser fazem o Cartografia do Possível do CRDSP


"Entre o óbvio e o nunca visto”, Cora Laszlo e Bárbara Elias
Esta semana, o programa Cartografia do Possível do Centro de Referência da Dança apresenta “Entre o óbvio e o nunca visto”, trabalho de Cora Laszlo, no sábado (23/6); e na quinta (28/6), “Criatura”, de Luisa Coser. Sempre às 19h, os espetáculos têm entrada gratuita.

A estratégia cênica de “Entre o Óbvio e o Nunca Visto” é a improvisação, não somente na dança, mas também na música, composta por Christian Laszlo e executada ao vivo, e na luz de Wanessa Di Guimarães .O projeto, contemplado pelo Edital ProAC para Primeiras Obras em Dança, consiste em seis versões e, em cada uma delas, Cora Laszlo forma dupla com um outro artista. Nesta, a bailarina convida Bárbara Elias para a cena. Jussara Miller responde prela provocação cênica. Trabalhar com o improviso reforça o apuro técnico da bailarina por meio de sua formação na Técnica Klauss Vianna, que pesquisa a improvisação, e reflete o momento atual da arte no Brasil em profundo caos. “Tratar do improviso na cena traz a prontidão, a vivacidade e a oportunidade de lidar com essa realidade em desordem no presente da ação e aos olhos da plateia”, afirma.

Para Luisa Coser, refletir sobre espaços de fala onde são encenados e proferidos discursos políticos tornou-se um imperativo para o pensamento artístico, em tempos autoritários e arbitrários. Pensar o espaço cênico também como um lugar onde se reproduz a espacialidade de centro-periferia – de onde um fala e muitos escutam –  conduziu a artista a uma investigação elementar da relação entre público e performer, que resulta neste trabalho. Para “Criatura”, Luisa Coser conta com Leonardo Carvajal, como colaborador na pesquisa e na dramaturgia; Maria Basulto na iluminação e Juliana Pfeifer na criação do figurino. O espetáculo foi produzido dentro da Residência Lugarização, da Cia Corpos Nômades, em São Paulo.

____________________________________________

Serviço:


Cartografia do Possível

23/6 (sábado), às 19h
“Entre o óbvio e o nunca visto”, com Cora Laszlo e Barbara Elias
Sala Ivonice Satie
Lotação: 70 lugares
Duração: 60  Minutos
Classificação indicativa: livre
Grátis

28/6 (sexta e sábado), às 19h

“Criatura”, de Luisa Coser
Sala Ivonice Satie
Lotação: 70 lugares
Duração: 30  Minutos
Classificação indicativa: 10 anos
Grátis

Centro de Referência da Dança de São Paulo – CRDSP

Baixos do Viaduto do Chá, s/n – acesso pela Rua Formosa (próximo às estações Anhangabaú do Metro -

Tel: 32143249 | 953013769)

Link dos trabalhos:

“Entre o óbvio e o nunca visto” – Cora Laszlo e Bárbara Elias
https://www.youtube.com/watch?v=H1CC0ecSB7k

“Criatura” – Luisa Coser
https://www.youtube.com/watch?v=AOPDs1Vlw_k


Compartilhe Google Plus

Sobre Roger de Souza

É dançarino, coreógrafo e blogueiro. Autoditada e estudioso dessa arte, pretende dividir seu conhecimento, pesquisas e informações com todos os amantes do Mundo da Dança. Saiba mais sobre o Autor.