Após 40 anos, Ballet Stagium apresenta remontagem de Coisas do Brasil


O Ballet Stagium apresenta de 24 a 27 de outubro, na Galeria Olido, Coisas do Brasil – 40 anos, uma das principais obras do seu repertório. Realizado com apoio do Programa Municipal de Fomento à Dança para a Cidade de São Paulo – Secretaria Municipal de Cultura, as apresentações são gratuitas e acontecem de quinta a sábado, às 20h, e no domingo, às 18h.

Coisas do Brasil teve sua estréia no Theatro Municipal de São Paulo em julho de 1979, recebendo da Associação Paulista dos Críticos de Arte (APCA) o prêmio de melhor espetáculo.

A obra traça um percurso histórico, poético e cultural da formação da nossa sociedade. Criação de Décio Otero e direção teatral de Marika Gidali, Coisas do Brasil percorreu todo o território Nacional e vários países da América Latina, não somente em teatros, mas em escolas, hospitais, presídios, ginásios e praças públicas.

A remontagem de Coisas do Brasil, no momento em que completa 40 anos, extrapola o sentido de comemoração; a obra promove um dialogo intrínseco com a nossa contemporaneidade: por não reproduzir modelos estabelecidos, por desenvolver no cerne de sua pesquisa caminhos singulares e por agregar novos significados a cada apresentação.

Coisas do Brasil ao longo dos anos tornou-se uma obra em constante processo de investigação, articulando o passado, não como arquivo, mas como fonte viva da “História”; fundamental para nos reconhecermos como território existencial.

Serviço
Coisas do Brasil – 40 anos
Ballet Stagium
De 24 a 27 de outubro de 2019
Quinta a sábado, às 20h, e no domingo, às 18h
Local: Galeria Olido – Sala Paissandu
Av. São João, 473, Centro, São Paulo – SP
Ingresso: Grátis
Classificação: Livre

Sobre Roger de Souza

É dançarino, coreógrafo e blogueiro. Autoditada e estudioso dessa arte, pretende dividir seu conhecimento, pesquisas e informações com todos os amantes do Mundo da Dança. Saiba mais sobre o Autor.