Dança profética - Seu Contexto, Vertentes e Definição


A dança profética é uma dança espiritual presente em várias culturas (desde a Antiguidade) com o objetivo de entrar em comunicação com Deus com o intuito de receber resposta favorável (chuvas e boas colheitas, por exemplo). Na Caldeia, a terra de Abraão a dança fazia parte da educação e religião e de forma geral a dança era peça importante da religiosidade dos povos orientais (babilônios, egípcios etc) inclusive dos hebreus, raiz da religião cristã e suas denominações variantes.

No Cristianismo


Definição cristã do termo
Uma definição de dança profética é dada por Tara Gilvard:
A dança profética é distinta da dança sagrada porque na dança profética a revelação é recebida pelo dançarino de Deus e se manifesta em movimento para trazer uma mensagem às pessoas. É importante entender que a revelação é desvelar ou comunicar a verdade divina, que é revelada por Deus ao povo. Deus dá a revelação por meio de pessoas em uma série de formas criativas, como música, escrita, teatro, música instrumental e dança.

A Dança Profética é feita em função de ser um dom especial e por inspiração divina, e isso só será possível com verdadeira adoração e intimidade com DEUS, o Ser Supremo.

Não muitos possuem este Dom, e a alma deve ser regenerada para a dança profetizar cura, libertação, restauração, etc. … Isso acontece pela renovação da mente, que conhece a vontade de Deus (Romanos 12.2 e 1 Coríntio.3;16)

Dança Profética só poderá ser ministrada por profetas verdadeiros (pessoas que anunciam os desígnios divinos) que tenham esta consciência e dom.

Evangelismo Neopentecostal


No cristianismo, a dança foi introduzida por grupos evangélicos como um meio de permitir que o Espírito Santo falasse com as pessoas. Ela deve ter um propósito espiritual em que o bailarino/dançarino atua como um profeta que se manifesta seja através de movimentos, gesto e até cores. Isabel Coimbra, líder de dança do ministério de louvor Diante do Trono afirma que a unção (o mover profético, a atuação do Espírito Santo), no caso da dança, se manifesta a partir do movimento e das imagens (assim como a música expressa sonoridade e do canto se expressam palavras e de todos, harmonia). A dança e objetos referenciais a ela vão além do adornar o púlpito da igreja. Edificação, salvação, cura, restauração e libertação são fins a que a dança profética se propõe, algo que antes se achava ser possível apenas pela pregação do Evangelho. A dança é apenas mais um veículo da graça de Deus.

Catolicismo Carismático


O espírito profético via oralidade, música e dança contagiou as igrejas católicas carismáticas norte-americanas e brasileiras, seguindo as tendências evangélicas precursoras, quer na música (Padre Marcelo Rossi e Canção Nova) ou nas danças ou no modo de pregar, começando no nível evangelístico e pastoral rumando à manifestação da essência profética do louvor, adoração e danças ao Único Soberano, digno de louvor, Jesus, o Rei dos Reis e o Apóstolo dos apóstolos. A única Pessoa que possui ministério tríplice: de Rei, Sacerdote e Profeta. E seu Espírito é o mesmo eternamente. Mas no catolicismo tradicional não é comum essa crença e prática.

Outras religiões


No Islamismo é conhecida a tradição sufi que usa a dança como veículo que toca o Sagrado, assim como há nas religiões indígenas e aborígenes igual tradição com graus diferentes de sofisticação, mas todas expressões culturais e religiosas importantes para seus povos e etnias.

Significância profética (nações, culturas e influências)


Restauração do Tabernáculo de Davi Tiago citou a profecia de Amós 9:11,12 que trata do "restaurar o Tabernáculo de Davi"? Ele quer dizer: "Naquele dia tornarei a levantar o tabernáculo caído de Davi, e repararei as suas brechas, e tornarei a levantar as suas ruínas, e o edificarei como nos dias da antiguidade; Para que possuam o restante de Edom, e todos os gentios que são chamados pelo meu nome, diz o SENHOR, que faz essas coisas".

Confirmado em Atos 15.16,17: "Depois disto voltarei, e reedificarei o tabernáculo de Davi, que está caído, Levantá-lo-ei das suas ruínas, E tornarei a edificá-lo. Para que o restante dos homens busque ao Senhor, E todos os gentios, sobre os quais o meu nome é invocado, diz o Senhor, que faz todas estas coisas".

Isso indica além do crescimento da adoração real e verdadeira (íntima e espiritual) pelo homem a Deus em todo lugar e em qualquer circunstância, que Israel e Igreja (os Dois Consertos), e povos semitas irmãos (árabes e outros) se uniriam, sendo a Igreja. os gentios que levam a Nova Aliança do Cristo de Deus, e todos estes se uniriam no propósito de salvação e influências mútuas em prol do Reino de Deus. Hoje é comum adorar-se respeitando e remetendo-se às culturas regionais e nacionais que se quer alcançar.

Israel é um dos principais motivos de intercessão profética, pois de lá procede o Salvador. Daí ser comum as danças, caracteres e linguagem hebraicos na adoração a Deus Filho (Yeshua Hamashia: Jesus, o Ungido), como está profetizado a atuação e o amor de Deus por Sião e o louvor de Deus e das nações por Sua terra em Is. 62.1-4: "Por amor de Sião não me calarei, e por amor de Jerusalém não descansarei, até que saia a sua justiça como um resplendor, e a sua salvação como uma tocha acesa. E as nações verão a tua justiça, e todos os reis a tua glória; e chamar-te-ão por um nome novo, que a boca do Senhor designará. Também serás uma coroa de adorno na mão do Senhor, e um diadema real na mão do teu Deus. (...) chamar-te-ão Minha-Delícia; e à tua terra, Desposada; porque o SENHOR se delicia em ti; e a tua terra se desposará". Palestinos, africanos, ciganos, curdos, aborígenes, asiáticos, latinos, povos ilhéus e dos desertos e de regiões polares devem ser lembrados por suas muitas carências e demais questões socioculturais e geoeconômicas.

Há cânticos que emprestam elementos da cultura indígena, como "Faz Chover" (traduzido para a língua indígena Terena, vindo do Inglês "Let it Rain") e "Dançar na Chuva" (celebração por sair do "deserto" para dançar na Terra Prometida).

Sobre Roger de Souza

É dançarino, coreógrafo e blogueiro. Autoditada e estudioso dessa arte, pretende dividir seu conhecimento, pesquisas e informações com todos os amantes do Mundo da Dança. Saiba mais sobre o Autor.