Dança Adumu, a tradicional dança dos guerreiros Maasai


Na Vila Ewangan da Reserva Nacional Maasai Mara, jovens guerreiros Maasai, vestindo suas kangas coloridas, demonstram o adumu, sua dança de salto mundialmente famosa, provavelmente realizada para turistas visitantes.

O adumu faz parte do Eunoto, uma cerimônia ritual de maioridade observada há muito tempo que inclui 10 dias ou mais de canto, dança e tradições. Pode parecer fácil, mas alcançar alturas como essa nos pulos exige muita força e condicionamento físico. Mas porque saltam tão alto? Entre os guerreiros Maasai quem pula mais alto ganha atenção das jovens.

As danças são uma grande parte da tradição Maasai. Há danças para todos os tipos de ocasiões sociais importantes. Homens e mulheres se preparam para a dança pintando desenhos em seus rostos e corpos com um pigmento vermelho e terroso chamado ocre. Eles usam colares e xales intrincados e coloridos.

Um de cada vez eles vão para o centro, pulando no ritmo. É importante manter o corpo o mais reto possível e os calcanhares não devem tocar o chão entre os saltos. As mulheres dançam também. Mães cantam sobre a coragem de seus filhos. As meninas cantam para encorajar seu guerreiro favorito.


Estimulados em impressionar as jovens donzelas, os guerreiros Maasai qualificam as danças como as melhores oportunidades de flertar com as moças, um dia, serão suas futuras esposas.

Eles manifestam uma vitalidade extraordinária e podem dançar durante horas, balançando para trás e para frente, a cabeça e o tronco. E pulando. Pulando muito alto.

Sobre Roger de Souza

É dançarino, coreógrafo e blogueiro. Autoditada e estudioso dessa arte, pretende dividir seu conhecimento, pesquisas e informações com todos os amantes do Mundo da Dança. Saiba mais sobre o Autor.